O sistema indicou 97% de semelhança com um foragido da Justiça que consta no banco de dados da SSP.

De acordo com a pasta, ele passou por um dos pontos monitorados – a SSP-BA não divulga os locais onde há câmeras com a tecnologia – e o sistema indicou 97% de semelhança com um foragido da Justiça que consta no banco de dados da SSP. O homem, então, foi abordado por uma guarnição da PM e confirmou ser o procurado.

“Com esse caso, chegamos a marca e 201 foragidos capturados. Trabalhamos com muita agilidade para guiarmos as equipes que estão nas ruas até os suspeitos apontados pela ferramenta tecnológica”, enfatizou o coordenador de Operações do Reconhecimento Facial, tenente-coronel Neildo Freitas.

Após a apresentação de documentos, o suspeito foi conduzido até a Central de Flagrantes onde foi realizada a identificação humana e cumprida a ordem judicial da 12ª Vara Criminal de Salvador. Depois de prestar depoimentos e fazer exames, ele foi encaminhado para o sistema prisional.