O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) indeferiu na manhã desta terça-feira (28), o pedido de habeas corpus feito pelos advogados do empresário Tharcísio Aguiar, responsável pela morte da cirurgiã-dentista Ranitla Scaramussa atropelada no dia 11 de junho.

Em 23 de junho, o Juízo da 1º Vara do Júri de Ilhéus determinou a prisão preventiva de Tharcíso. O empresário até então não se apresentou à justiça, sendo considerado fogarido.