Na manhã desta terça-feira (17), o site do Sindicato dos Bancários de Ilhéus publicou uma matéria , na qual revelou que funcionários do Bradesco são orientados pela Regional do banco, a mentir para clientes, com o lançamento da campanha ‘autenticação zero’,  proibindo que esses bancários autorizem clientes a entrarem na agência para atendimento no caixa.  Ainda revela que, sob pressão dessa ordem, esses trabalhadores induzem os clientes a realização do serviço no caixa eletrônico, assim restringindo o direto de atendimento no caixa convencional, ato considerado prática ilegal.

De acordo com o presidente do sindicato, Rodrigo Cardoso, essa atitude está em desacordo com a resolução 4746, do Banco Central (BC), que veda às instituições financeiras impedir o acesso, recusar, dificultar ou impor restrição ao atendimento presencial em suas dependências, inclusive em guichês de caixa, a clientes ou usuários de produtos e de serviços, mesmo quando disponível o atendimento em outros canais, exceto nos casos de contas de consumo quando não houver contrato ou convênio para a prestação de serviço de arrecadação.

O dirigente sindical ressalta que é importante que as pessoas façam denúncias ao Banco Central. “Às vezes, as pessoas acham que a reclamação aos órgãos não funciona, no entanto, as denúncias contra instituições financeiras realizadas no BC vão direto para o sistema do gerente e pontua negativamente tanto para instituição, quanto para a agência bancária, por isso eles se preocupam em resolver essa situação”, disse.

“É muito importante que essa denúncia ao Banco Central seja feita. Nós, do sindicato dos bancários já fizemos a reclamação, no entanto, esse tipo de denúncia quanto mais repetida melhor, para que o BC apure a situação”, complementou.

Outro dirigente sindical sinaliza que o Bradesco está proibindo que os clientes tenham acesso a agência e realizem autenticação no caixa eletrônico. “Temos ciência que isso é prática ilegal”, afirma.

“O banco não tem autonomia, não pode fazer isso. Bancários precisam alegar como justificativa que o sistema saiu do ar, forçando o cliente ir para o caixa eletrônico. Isso é mentira, um ato grave”, alertou o sindicalista.

Do Blog do Chicó