Comitiva do presidente em Nova York contou com dois casos positivos de Covid-19

Após retornar de Nova York, nos Estados Unidos, onde dois membros de sua comitiva testaram positivo para Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fará uma quarentena de cinco dias. De acordo com o secretário de comunicação do Planalto, André Costa, o chefe do Executivo já está em isolamento no Palácio da Alvorada desde a quarta-feira, 22, quando retornou ao Brasil.

Um dos dois membros da comitiva de Bolsonaro a testar positivo para Covid-19 é o ministro da Saúde Marcelo Queiroga, que permaneceu nos Estados Unidos para realização de 14 dias de quarentena.

“O presidente retornou ao país e encontra-se totalmente assintomático”, declarou Costa. O secretário ressaltou que todos que fizeram parte da comitiva, incluindo Bolsonaro “permanecerão em isolamento e, no quinto dia útil após o último contato com o ministro Marcelo Queiroga, serão submetidas a um novo teste PCR”.

Como Bolsonaro esteve em contato com Queiroga na terça-feira, 21, a tendência é que o presidente faça o teste PCR no sábado ou domingo. Se o resultado for negativo, ele irá retornar aos seus compromissos na próxima segunda-feira, 27. Antes de retornar à Brasíllia, Bolsonaro recebeu apoiadores no hotel em que estava hospedado e sem máscaras participou da aglomeração.

A determinação da realização de quarentena entre aqueles que viajaram com Bolsonaro partui da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A recomendação feita por meio de comunicado enviado à Casa Civil era que todos que retornaram dos Estados Unidos ficassem isolados por 14 dias.

No entanto, na quarta-feira, a Anvisa afirmou que o isolamento de cinco dias que será adotado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está de acordo com as normas.

“Nesse sentido, de acordo com a recomendação previamente enviada pela agência quanto à nova testagem em solo brasileiro, ressalta-se que o guia do Ministério da Saúde disciplina que, dentre as estratégias de isolamento e monitoramento de contatos, é possível a realização de exame laboratorial para detecção do vírus Sars-CoV-2 no período mínimo de cinco dias após o último encontro com o caso suspeito e/ou confirmado de covid-19 Trecho de nota da Anvisa”.