Mário Alexandre frisou que o funcionamento do hospital materno-infantil vai evitar transferências para outras unidades de saúde.

O prefeito Mário Alexandre visitou o Hospital Materno-Infantil Dr Joaquim Sampaio na segunda-feira (17), onde acompanhou a primeira entrega de equipamentos e mobiliário que serão instalados na unidade de alta complexidade. O gestor destacou que o apoio do Governo da Bahia é primordial para suprir a demanda e melhorar o atendimento obstétrico e pediátrico em Ilhéus e na região. Entre os equipamentos, camas de parto motorizadas com tecnologia de ponta, aparelhos de tomografia computadorizada, raio-x e ultrassom. As entregas ocorrerão de forma gradativa no decorrer da semana.

“Um sonho que está se tornando realidade para atender nossas mães, crianças e nossos recém-nascidos com dignidade. Quantas pessoas não conseguimos salvar por não ter uma estrutura hospitalar adequada? Agradeço ao governador Rui Costa, ao secretário Fábio Vilas-Boas, aos deputados federais como Paulo Magalhães, que esteve com a gente durante esses dois anos de muita luta. Meu coração se enche de alegria quando eu vejo essa estrutura, que poucos não acreditaram, mas muitos acreditaram. Quando a gente tem fé em Deus as coisas acontecem. Aqui está mais um equipamento para salvar as vidas das nossas crianças e das nossas mães”.

Mário Alexandre frisou que o funcionamento do hospital materno-infantil vai evitar transferências para outras unidades de saúde, além de contar com os equipamentos mais modernos do mercado. De acordo com ele, a estruturação do estabelecimento de saúde deixa um legado e reflete o compromisso firmado dos entes estadual e municipal com a população de Ilhéus e do Sul da Bahia.

A unidade possui um moderno centro cirúrgico e obstétrico, abrigando 105 leitos de internação, integrados à Rede Cegonha e atenção às urgências e emergências, distribuídos em leitos de terapia intensiva e semi-intensiva neonatal e leitos para parto normal e cesárea com funcionamento 24 horas e acesso por demanda espontânea e referenciada.

Também esteve presente na visita o presidente do Conselho Municipal de Saúde de Ilhéus (CMSI), Marcos Antônio Lessa.