O cronograma segue com mais três encontros, só que virtuais, sendo o primeiro no dia 17 de maio, o segundo no dia 24 de maio e o terceiro no dia 31 de maio.

A capacitação em Educação Patrimonial e o papel dos Museus locais como instrumentos importantes para difusão cultural e apoio aos turistas, realizada em Ilhéus para os guias de turismo local, patrimônio e museus, foi iniciada com o primeiro encontro presencial realizado no Palácio Paranaguá, onde está sediado o Museu da Capitania de Ilhéus, para apresentação da proposta e debate dos primeiros temas, com os guias. O curso, realizado com recursos da Lei Aldir Blanc, por meio da parceria entre a secretaria Nacional de Cultura do Ministério do Turismo, e a superintendência de Turismo da secretara municipal de Cultura e Turismo da Prefeitura de Ilhéus (Secult), foi iniciado na última segunda-feira, 10, Dia Nacional do Guia de Turismo, com o atendimento de todo os protocolos sanitários.

Os guias tiveram acesso ao press kit, formação de grupos de trabalhos e à palestras ministradas por Roberto Garcia, diretor Administrativo-Financeiro da Agência Oikos, a Agência para o Desenvolvimento Regional, promotora da capacitação, com abordagem do tema “A experiência do consumo no turismo”. O consultor em gestão de turismo no projeto, Luiz Felipe, mediou tema sobre “Patrimônio e Turismo” no encontro, onde também se fizeram presentes o presidente do conselho de turismo, Jacks Rodrigues, o vereador Eder Júnior, representante do Centro de Estudos e Pesquisas Olivença e Ilhéus (CEPOI) e da museóloga responsável pelo Museu da Capitania, Vitória Bispo Carvalho.

O cronograma segue com mais três encontros, só que virtuais, sendo o primeiro no dia 17 de maio, o segundo no dia 24 de maio e o terceiro no dia 31 de maio. A apresentação do plano de trabalho está programada para o dia 7 de junho; as gravações dos vídeos de 4 a 15 de junho, e a apresentação da rota final, no dia 21 de junho.