As ações educativas para prevenção são propostas pela Sutram, em parceria com órgãos de segurança e demais segmentos.

Durante o mês de maio, a Prefeitura de Ilhéus, por meio da Superintendência de Transporte, Trânsito e Mobilidade (Sutram), realizará um trabalho educativo voltado à promoção da segurança viária na cidade. Com o tema “Respeito e responsabilidade: pratique no trânsito”, a Campanha Maio Amarelo tem o objetivo de reduzir o número de mortos e feridos em decorrência de sinistros de trânsito, chamando a atenção de motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres sobre a importância do respeito às sinalizações e normas estabelecidas.

O prefeito Mário Alexandre destaca que o engajamento de toda a sociedade é necessário para preservar vidas. “O Maio Amarelo é uma campanha importante para conscientizar a população, mas o foco na prevenção de acidentes deve ser diário. Mesmo com a pandemia, vamos desenvolver ações pontuais e um trabalho educativo, envolvendo diversos órgãos para combater à violência no trânsito da nossa cidade e em respeito às medidas contra a Covid-19”.

A agente de trânsito Jackeline Santos, especialista em Gestão e Legislação de Trânsito, observadora certificada do Observatório Nacional de Segurança Viária e representante do Maio Amarelo no estado da Bahia, explica que a campanha também será realizada no ambiente virtual, devido aos protocolos de prevenção. Ela chama atenção para a ocupação de leitos de UTI, que abrigam pacientes infectados pela doença.

“O Município vai trabalhar durante o mês de maio de forma a colaborar com a diminuição de sinistros no trânsito. Serão feitas algumas intervenções, com apoio de grupos de ciclistas e representantes de diversos órgãos para a realização de palestras e ações educativas. Vários fatores estão fazendo o total de mortes no trânsito diminuir ano após ano no Brasil. Entre eles, o Maio Amarelo, que tem contado com a mobilização da sociedade”.

Conforme dados do relatório da Seguradora Líder, cujas informações foram compiladas pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, em 2020, o Brasil registrou 33.530 óbitos em decorrência de acidentes no trânsito, número mais baixo desde 2001. No período, também foram contabilizados 210.042 casos de invalidez permanente. A maioria das vítimas é composta por homens, com idades entre 25 e 44 anos.

Maio Amarelo – O movimento nasceu no dia 11 de maio de 2011, data em que a Organização das Nações Unidas (ONU) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) propuseram a Década de Ações para a Segurança no Trânsito (2011-2020), que prevê a redução de 50% no número de vítimas de acidentes no Brasil e no mundo.

Segundo o último levantamento realizado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, no Brasil, o número de óbitos nas vias e rodovias é de aproximadamente 20 por 100 mil habitantes e quatro mortes a cada 10 mil veículos.