O Consórcio de Desenvolvimento Sustentável (CDS) vai criar um projeto piloto para estruturar, organizar e destinar corretamente os resíduos sólidos para os municípios do Território Litoral Sul. A notícia foi anunciada na manhã desta quinta-feira (11), no Teatro Candinha Dórea, em Itabuna, pelo secretário de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia, Nelson Pelegrino, durante uma reunião de gestão integrada com a presidência da Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia (Amurc), gestores e representantes de quinze municípios, inclusive o de Ilhéus, com a presença do prefeito Mário Alexandre.

“Ilhéus tem realizado um trabalho incansável na questão da coletiva seletiva de resíduos sólidos. O empenho só aumenta para continuarmos o trabalho de uma cidade mais sustentável. E, agora, em parceria com outros municípios, para que juntos possamos tornar a região adequada às leis ambientais, com a correta destinação e manejo dos resíduos sólidos, pela governança consorciada, eliminando os lixões”, comemorou o prefeito Mário Alexandre.

..

Pelegrino explicou que “a ideia é estruturar e organizar a destinação dos resíduos sólidos na região visando transformar o projeto piloto em uma experiência exitosa para ser replicado em outras cidades do Estado”. O secretário estudal esteve recentemente, em janeiro último (19), com o prefeito Mário Alexandre e o prefeito de Itabuna, Augusto Castro, realizando uma vistoria no lixão do Itariri, em Ilhéus.

O objetivo é promover a sustentabilidade, regularizar os resíduos sólidos dos municípios e atender a normativa estabelecida pelo novo Marco Legal do Saneamento Básico que também  prevê acabar com os lixões a céu aberto em todo o país, Lei nº 14.026/2020.

Se fizeram presentes na reunião prefeitos e representantes dos municípios de Itabuna, Ilhéus, Itapé, Jussari, Itajú do Colônia, Una, Coaraci, Floresta Azul, Ibicaraí, Barro Preto, Ubaitaba, Aurelino Leal, Arataca, Maraú e Itapitanga. Participaram também o Consórcio da Mata Atlântica, o Consórcio Interfederativo de Saúde Policlínica Regional de Itabuna e Ilhéus, e o deputado estadual Rosemberg Pinto.