Na última terça-feira (01), o Ministério Público da Bahia ingressou com uma Ação Civil Pública contra a Viametro e a São Miguel, empresas que operam o transporte coletivo em Ilhéus. Mesmo com o decreto municipal que determina que 100% da frota de veículos funcione para atender toda a população, tanto a Viametro quanto a São Miguem vem prestando serviços de péssima qualidade. Além da redução na quantidade de veículos, os horários e os itinerários foram alterados.

Segundo o promotor Paulo Sampaio, da 11ª Promotoria de Justiça, a medida pede a frota total em 48h após a determinação da justiça, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 1.000,00 por veículo parado na garagem.