Mais de 80% da população baiana com 18 anos ou mais recebeu a primeira dose ou dose única da vacina contra Covid-19, de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).

Nesta quarta-feira, 1º, o vacinômetro contabilizava 8.671.555 de pessoas que receberam a primeira dose e outras 254.964 que foram imunizadas com a vacina de dose única na Bahia.

A secretária de Saúde em exercício, Tereza Paim, comemorou o número, mas chamou a atenção para a necessidade de vacinar toda a população o mais rápido possível. “Principalmente com a chegada da variante delta ao nosso estado, é essencial que as estratégias de vacinação sejam reforçadas pelos municípios. Os gestores devem criar meios para facilitar o acesso ao imunizante, como horários estendidos e vacinação de domingo a domingo”, declarou.

A secretária também destacou a importância de completar o esquema vacinal. “As pessoas que tomaram a primeira dose precisam buscar os postos para a segunda dose, que completa a eficácia da vacina. Já iniciamos também a aplicação de terceira dose para pessoas com 80 anos ou mais e idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência. Todos os baianos devem se vacinar”, apontou.

Boletim

Nas últimas 24 horas, o estado registrou 805 novos casos de Covid-19 e 10 mortes causadas pela doença. A pasta ressalta que os óbitos ocorreram em diferentes datas, entre os dias 14 de julho e 31 de agosto. Ao todo, foram confirmados 1.221.597 casos, sendo que 1.192.234 são considerados recuperados, 2.866 ainda se encontram ativos e 26.497 resultaram em mortes.

Na linha de frente do combate ao coronavírus, cerca de 51,8 mil profissionais baianos da área de saúde já tiveram diagnósticos positivos para a doença desde o início da pandemia. A taxa de letalidade da doença no território baiano corresponde a 2,16% de todos os casos confirmados até o momento.

Além disso, o boletim traz que mais de 1,50 milhões suspeitas de contaminação por coronavírus já foram descartadas do sistema, enquanto restam cerca de 231 mil possibilidade de infecção pela doença que aguardam o resultado dos exames.

Por fim, a atualização diária do balanço ainda informa que a taxa de ocupação do total dos leitos em todo estado corresponde a 27%. No entanto, o recorte percentual voltado à UTI adulto compreende 32% de ocupação.