O encontro tratou sobre estratégias para ampliar o tratamento de esgoto em Ilhéus

A Lei do Marco Legal do Saneamento, que completa um ano nesta quinta-feira (15), foi uma das pautas abordadas durante reunião entre o prefeito Mário Alexandre, o vice Bebeto Galvão e o secretário Nacional de Saneamento, do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), Pedro Maranhão. O encontro aconteceu no Centro Administrativo da Conquista e discutiu estratégias para ampliar o tratamento de esgoto em Ilhéus, possibilitando que o município continue crescendo de forma planejada no setor.

“Uma alegria muito grande receber o secretário para juntos discutirmos problemas crônicos e antigos de Ilhéus. A gente busca alternativas, alianças e união com todos os setores do governo para melhorar a qualidade de vida do nosso povo, prevenindo doenças e promovendo à saúde”, destacou Mário Alexandre.

O projeto visa ampliar para 100% a cobertura do saneamento básico. Somado à conclusão da segunda etapa da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), já em andamento, Ilhéus alcançará o percentual de 80% de cobertura, fundamental para o progresso econômico e social do município, que desenvolve projetos para incorporar as novas diretrizes.

“Hoje é um dia importante para o saneamento brasileiro e estou muito contente por estar em Ilhéus comemorando essa data histórica. É muito bom vir à Bahia e melhor ainda vir a Ilhéus. Satisfação em poder discutir com o prefeito Mário Alexandre obras estruturantes que vão melhorar a qualidade de vida do povo. Sem dúvida, os munícipes ficam orgulhosos quando dizem que a cidade está universalizada, com tratamento de água, esgoto e aterro para destinação ambientalmente correta”, frisou Maranhão.

O secretário nacional informou ainda que o aporte de recursos destinados ao segmento está entre as principais propostas e avaliou a possibilidade de ajudar Ilhéus em relação ao Programa Piloto de Intervenção em Favelas (PPI) no bairro Teotônio Vilela. Pedro Maranhão participará nesta sexta-feira (16) do encontro do Consórcio de Desenvolvimento Litoral Sul, com a participação de Ilhéus.

O evento é voltado à discussão e busca de uma solução integrada em relação à destinação dos resíduos sólidos. A proposta visa eliminar lixões e implantar aterros sanitários em um curto período de tempo.