A obra amplia a logística da região sul da Bahia.

Após tratativas entre a Prefeitura e a Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) foi assinado na última quarta-feira (7) o contrato para execução das obras de dragagem de manutenção do Porto do Malhado. O serviço atende ao pleito da atual gestão, que visa ampliar a logística da região sul para a integração econômica e desenvolvimento da Bahia.

“Em nome do povo de Ilhéus agradeço ao diretor-presidente Carlos Autran por entender a importância dessa obra para o desenvolvimento econômico e turístico do nosso município e da nossa região, com geração de emprego, renda e novas oportunidades de negócios. A parceria com o Governo do Estado também é fundamental para colocar a nossa cidade como um dos destinos turísticos mais procurados do Brasil e do mundo”.

O gestor ilheense destacou ainda que somado à melhoria da infraestrutura portuária, o Município mantém o diálogo contínuo com os entes estadual e federal para expansão da malha aérea, viabilizando a oferta de novos voos para Ilhéus, fato que, segundo ele, possibilitará o desenvolvimento do setor no período pós-pandemia.

Conforme a Codeba, o contrato firmado com a empresa DTA Engenharia LTDA restabelecerá a profundidade original, possibilitando a retomada de operações com navios de 60 toneladas. Atualmente, além do cacau, o modal movimenta cargas que incluem soja, milho, amêndoas, óxido de magnésio, concentrado de níquel, peças industrializadas, além de ser importante operador turístico, com atracação de navios de cruzeiros marítimos e transatlânticos.

A obra de dragagem vai ampliar a movimentação de cargas e a capacidade operacional do porto. A estimativa é que o serviço de manutenção dure seis meses.