O vereador pelo PL, ex-deputado federal, ex-vocalista do Olodum e pastor evangélico Irmão Lázaro foi enterrado no fim da tarde do último sábado (20) no Jardim da Saudade, no bairro de Brotas, em Salvador. O sepultamento foi restrito a familiares.

Ele morreu na noite de sexta (19) após ficar internado por quase um mês em UTI de hospital de Feira de Santana (distante a 109 km da capital baiana), por complicações causadas pela Covid-19.

De acordo com familiares, Irmão Lázaro tinha sido diagnosticado com o novo coronavírus no dia 15 de fevereiro e, desde então, fazia o tratamento em casa.

No entanto, no dia 22 de fevereiro, ele sentiu desconforto, febre e procurou o médico. Ao chegar no hospital, foi comprovado que ele estava com metade dos pulmões comprometidos e ele ficou internado em um leito clínico. Três dias depois, ele precisou ser transferido para UTI.

Eleito vereador, Irmão Lázaro era um cantor gospel de sucesso reconhecido em todo o Brasil. Foi deputado federal eleito em 2014, empossado como secretário municipal de Relações Institucionais de Salvador em 2016, e candidato a senador em 2018, quando obteve 1.830.581 votos no estado, sendo 359.419 na capital. Lázaro mantinha um centro de recuperação de dependentes químicos desde 2011.

Toda a equipe Rádio Bahiana de Ilhéus, presta solidariedade aos familiares e amigos enlutados.