No segundo dia da Operação Oxigênio, coordenada pela Prefeitura de Itabuna, duas festas particulares em imóveis residenciais nos bairros Góes Calmon e Jardim Vitória foram encerradas.

Além disso, em vários pontos da cidade foram abordadas 98 pessoas, três estabelecimentos, 14 carros, cinco motocicletas e três aparelhagens de som apreendidas. As ações se iniciaram por volta das 18 horas, com o suporte das polícias Civil e Militar, Guarda Civil Municipal, além das secretarias de Saúde; Indústria, Comércio, Emprego e Renda; fiscais da Vigilância Sanitária e da Secretaria de Transportes e Trânsito. A fiscalização englobou bares e a checagem de denúncias de festas clandestinas com aglomerações e som abusivo recebidas pelos telefones 153, 190 e 197.

Uma das festas estava sendo realizada na residência de um cantor famoso na região.

Quanto às festas particulares em imóveis residenciais, no Góes Calmon e Jardim Vitória, foram interrompidas. No primeiro imóvel, a festa provocou aglomeração de cerca de 200 pessoas, com uso de som abusivo, iluminação feérica, pessoas sem uso de máscara, muito barulho e sem respeitar as normas de distanciamento social.