Carlos Samuel Freitas Costa Filho agrediu com 11 socos ex-companheira

Carlos Samuel Freitas Costa Filho, 31 anos, preso preventivamente, após agredir a ex-namorada com 11 socos em uma rua de Ilhéus, está separado dos demais internos no presídio Ariston Cardoso.

De acordo com informações obtidas pela reportagem do Site Fábio Roberto Notícias, os presos do Ariston Cardoso considerados de alta periculosidade tiveram conhecimento do fato e ficaram furiosos pela crueldade e frieza pelo qual o agressor agrediu a mulher.

Os pais de Carlos Samuel temem pela vida do filho na prisão, diante da repercussão que o caso ganhou a nível nacional e gerou revolta na população.

O Ministério Público Estadual denunciou Carlos Samuel Freitas Costa Filho pelos crimes de ameaça e lesão corporal no contexto de violência doméstica e pela contravenção penal de vias de fato.