WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



prefeitura ilheus prefeitura ilheus prefeitura ilheus prefeitura ilheus


(73) 99969-0648
redacao@radiobahiana.com.br

abril 2021
D S T Q Q S S
« mar    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  






:: ‘violência’

POLÍCIA PRENDE DR. JAIRINHO E MÃE DE HENRY POR MORTE DA CRIANÇA E AFIRMA QUE CRIANÇA PASSAVA POR SESSÃO DE TORTURA E MÃE SABIA DE TUDO

A Polícia Civil do Rio de Janeiro diz que o vereador Dr. Jairinho teria praticado pelo menos uma sessão de tortura contra o menino Henry Borel semanas antes da morte da criança. Ainda segundo as investigações, a mãe de Henry, Monique Medeiros, sabia de agressões. Jairinho teria se trancado no quarto para bater no menino.

O casal foi preso na manhã desta quinta-feira (08) por ter atrapalhado as investigações da morte da criança e por ameaçar testemunhas. Eles estavam na casa de parentes de Monique em Bangu, na Zona Oeste do Rio.

Os mandados de prisão foram expedidos nesta quarta-feira (07) pelo 2º Tribunal do Júri da Capital. A prisão é temporária, por 30 dias.

Investigadores da 16ª DP (Barra da Tijuca) suspeitam que o vereador agredia o menino com chutes e golpes na cabeça e a mãe sabia.

Em 12 de fevereiro, Monique descobriu que Jairinho estava no apartamento, trancado no quarto, com o Henry. A polícia descobriu que ela estranhou que ele tenha chegado cedo em casa.

Ainda segundo as investigações, no dia seguinte ao enterro do filho, Monique passou a tarde no salão de beleza de um shopping na Barra da Tijuca. Três profissionais cuidaram dos pés, das mãos e do cabelo da professora, que pagou R$ 240 pelo serviço.

Monique Medeiros, mãe do menino Henry, é presa por suspeita de envolvimento na morte da criança — Foto: Reprodução

Monique Medeiros, mãe do menino Henry, é presa por suspeita de envolvimento na morte da criança

“TORTURA” :: LEIA MAIS »

MORTES VIOLENTAS NA BAHIA CRESCEM NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2020

A Bahia segue a tendência nacional, que também apontou crescimento de mortes violentas.

Mesmo com as medidas restritivas impostas pela pandemia, que impôs a mudança no estilo de vida das pessoas, o número de pessoas assassinadas na Bahia cresceu no primeiro semestre de 2020. De janeiro a junho foram 3.249 ocorrências, contra 2.951 contabilizadas no mesmo período de 2019. A constatação é do Anuário da Segurança Pública 2020, organizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgado nesta segunda-feira (19).

A Bahia segue a tendência nacional, que também apontou crescimento de mortes violentas. Somente neste primeiro semestre, o Brasil contabilizou 25.712 ocorrências de homicídios, um acréscimo de 7,1% em relação ao mesmo período de 2019. A estimativa é que uma pessoa é assassinada a cada 10 minutos em solo brasileiro.

Em relação aos casos de feminicídio, o levantamento aponta a 57 ocorrências no primeiro semestre de 2020, enquanto 48 foram registrados em 2019. Os homicídios de mulheres reduziram de 174 para 169.

ILHÉUS: MÉDICO É AGREDIDO E AMEAÇADO DE MORTE NA UPA DA CONQUISTA

Na madrugada desse domingo,11, um médico plantonista da UPA situado no bairro da Conquista, em Ilhéus, foi agredido por um grupo pessoas que acompanhava um paciente.

De acordo com informações da polícia, o idoso José Almeida procurou atendimento na UPA após sofrer profundo corte no pé direito, mas por se tratar de um corte complexo, o médico Abel Louro de Figueiredo encaminhou o paciente para o Hospital Regional Costa do Cacau, para ter melhores condições de atendimento. :: LEIA MAIS »

BAHIA: PM É MORTA PELO COMPANHEIRO

Rafaella  tinha mais de 67 mil seguidores no instagram, mostrando sua rotina de uma policial feminina.

Uma policial militar foi morta pelo companheiro, nesta segunda-feira,5, na cidade de Ibotirama, oeste da Bahia. A informação é da Polícia Militar.

De acordo com a corporação, o marido da vítima, que também é policial, atacou a mulher, identificada como Sylvia Rafaella Gonçalves Pereira, de 38 anos. A polícia não detalhou como ela foi morta. Após o crime, o marido da vítima cometeu suicídio.

Segundo a Polícia Militar, o homem, identificado como Edson Salvador Ferreira de Carvalho, de 33 anos, era soldado da PM lotado na Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE), e a mulher pertencia à 28ª Companhia Independente de Polícia (CIPM/Ibotirama). :: LEIA MAIS »

EX-PREFEITO ACUSADO DE MATAR POLÍTICO PARA FICAR COM CARGO, É PRESO EM CAMACAN

Ex-prefeito Rogério Andrade

Polícia Civil prendeu, nesta sexta-feira (2), em Camacan, no sul da Bahia, o ex-prefeito de Itagimirim Rogério Andrade, que é acusado de ser o mandante da morte do então prefeito Rielson Santos Lima. O crime ocorreu no dia 29 de julho de 2014, no centro da cidade.

Rielson Santos foi assassinado a tiros em frente à praça Castro Alves no momento que conversava com comerciantes locais. De acordo com as investigações, Rogério Andrade, então vice-prefeito, contratou pistoleiros para assassinar a vítima para assumir o cargo. Andrade assumiu o comando do município do extremo-sul da Bahia um dia depois do crime.

SUSPEITOS DE MATAR THAIANNE NASCIMENTO SÃO PRESOS EM ILHÉUS

A jovem estava desaparecida desde o dia 07/08/2020

Nesta quinta-feira (01) por volta das 16h, investigadores da Polícia Civil de Ilhéus, cumpriram  mandados de prisão e mandados de busca e apreensão domiciliar, expedida pela 1ª Vara do Juri da Comarca de Ilhéus em desfavor de Bolebia e Tarugo, além de efetuar buscas em 03 imóveis no Bairro do Malhado.

A operação é fruto de Investigação do Núcleo de Homicídios de Ilhéus referente ao homicídio de Thaianne Nascimento Oliveira, 23 anos, que trabalhava com seguro DPVAT. A jovem estava desaparecida desde o dia 07/08/2020, e seu corpo foi localizado esquartejado dentro de uma mala enterrada, no dia 02 de setembro, em um matagal, próximo da Praia do Marciano, bairro do Malhado. Segundo investigações apuradas pelo Núcleo de Homicídios de Ilhéus, a motivação seria em decorrência de um triângulo amoroso e vingança e de um atentado sofrido pelo filho de Bolebia. :: LEIA MAIS »

HOMEM ACUSADO DE ESTUPRAR CINCO MENINAS DURANTE 4 ANOS É PRESO EM CANAVIEIRAS

O crime foi denunciado anonimamente

Na tarde desta quinta-feira (1º), um mandado de prisão foi cumprido em Canavieiras a um homem acusado de cometer abusos sexuais em cinco meninas, os crimes ocorriam há 4 anos.

Das cinco vítimas, quatro são da mesma família, a mais nova tem aproximadamente 9 anos e a mais velha hoje com 17 anos. De acordo com a polícia as meninas mais velhas, começaram a sofrer os abusos há quatro anos. Os crimes aconteciam na casa do próprio abusador, localizado no bairro São Sebastião.

O crime foi denunciado anonimamente,e a Polícia Civil junto ao conselho tutelar, conseguiram juntas provas suficientes para solicitar o mandado de prisão por estupro de vulnerável.

As autoridades pedem que se houverem outras pessoas que se identifiquem com o caso que se apresentem na delegacia para assim contribuir com oque o acusado venha a pagar por todos os seus crimes.

ILHÉUS: CRIANÇA É BALEADA DURANTE TIROTEIO, NO ÚLTIMO SÁBADO (26)

Um menino de 9 anos foi baleado no abdômen após um ataque a tiros de um grupo criminoso no bairro Nossa Senhora da Vitória, em Ilhéus, no sul da Bahia. O crime aconteceu na tarde de sábado,26, mas as informações só foram confirmadas pela polícia neste domingo,27.

De acordo com o delegado Hélder Carvalhal, os bandidos teriam invadido um condomínio no bairro para atingir integrantes de grupo criminoso rival. Eles chegaram atirando no local e atingiram a criança, que foi levada por familiares para um hospital da região.

Segundo o delegado, será instaurado um inquérito para investigar o caso. Testemunhas e os pais da criança serão ouvidos. Não há informações sobre o estado de saúde dela.

CANDIDATO A VEREADOR DE MINAS GERAIS É ASSASSINADO DURANTE LIVE, SUSPEITO É O IRMÃO DO PREFEITO

Vereador de Minas é morto em live

O ex-presidente da Câmara Municipal de Patrocínio (MG) e pré-candidato a vereador, Cassio Remis (PSDB), foi assassinado na tarde desta quinta-feira (24) enquanto fazia uma transmissão ao vivo em suas redes sociais.

O tucano denunciava que a prefeitura estaria fazendo uma reforma no local onde seria o comitê eleitoral do atual prefeito da cidade, Deiró Marra (DEM), que é candidato à reeleição, quando foi surpreendido pela chegada do secretário de Obras da cidade, Jorge Marra, irmão de Deiró.

“Aqui, agora chegando o secretário para me agredir”. Essas foram as últimas palavras de Remis antes da transmissão ser interrompida.

De acordo com a Polícia Militar, o secretário de Obras tomou o celular do tucano e entrou em um carro. Remis, então, teria ido atrás do veículo para pedir seu celular de volta e, neste momento, o “autor sacou um revólver e efetuou disparos contra a vítima”, informou o tenente-coronel Caixeta, que atendeu a ocorrência.

A Polícia Militar ainda procura por Jorge Marra, o secretário de Obras apontado como autor dos disparos.

O prefeito de Patrocínio, irmão do secretário, por sua vez, disse em coletiva de imprensa que não sabe do paradeiro do irmão e nem tem conhecimento sobre a motivação do crime, e que está “consternado” com o ocorrido.

“Quero inicialmente dizer que nós estamos, de forma muito consternada, com tudo que aconteceu, com dor e com muito pesar que a gente percebe isso. Lamentamos tudo que aconteceu e essa sequência de fatos absolutamente injustificáveis, que culminaram na morte do vereador Cássio Remis por disparo de armas de fogo, infelizmente pelas mãos do meu irmão, Jorge Marra. Esperamos que todos os fatos sejam elucidados e apurados de forma transparente pelas polícias, com a mais absoluta isenção de tudo isso. É um fato que choca todos nós. Digo aqui que todas minhas diferenças de campo político sempre foram resolvidas através do debate, jamais tive qualquer atitude fora desse campo. Infelizmente não conheço e não sei de nenhum fato e de nenhuma ação que culminou nessa tragédia, mas posso aqui externar minhas condolências à família do vereador Cássio Remis. Em consideração ao posto que ele ocupou e sua trajetória estamos decretando luto oficial por três dias”, afirmou o mandatário municipal.

Confira o vídeo que antecedeu o assassinato

IRMÃO DE PRÉ-CANDIDATO A VEREADOR DO SALOBRINHO É PRESO EM FLAGRANTE POR HOMICÍDIO

Homem encontrado morto no Salobrinho

Na sexta-feira,18, um homem ainda não identificado foi morto a pedradas, no Salobrinho, em Ilhéus. Um homem de prenome Leonardo foi preso suspeito de ter realizado o crime. Segundo informações, o suspeito é irmão de um pré- candidato a vereador do Salobrinho.

O homem morto foi encontrado na escadaria da praça principal do bairro, às margens da rodovia Jorge Amado (BR 415) e, após investigações iniciais, o possível autor do crime foi encontrado nas proximidades. O suspeito confessou o crime e foi preso em flagrante.

 



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia