WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia





(73) 99969-0648
redacao@radiobahiana.com.br

julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


:: ‘bento lima’

Ilhéus: Adélia Pinheiro vice de Bento Lima ?

Recentemente foi publicado no Blog Boca News, um artigo na Coluna – Marcos Wense – analisando a política ilheense:

O PT que se dane

Politicamente falando, o senador Otto Alencar, presidente estadual do PSD, está ficando muito “guloso”. Quer tudo para o PSD e que se dane as outras legendas da base aliada do governador Jerônimo Rodrigues, mais especificamente o PT.

Ao ser questionado sobre o processo sucessório de Ilhéus e Itabuna, disse na coluna *Radar do Poder*, do site Política Livre, do sempre bem informado jornalista Raul Monteiro, que acredita numa possibilidade de composição entre o PSD e PT.

Em relação a Itabuna, Otto parece não ter nenhuma dúvida que o PT vai apoiar o segundo mandato do prefeito Augusto Castro (PSD), que só espera a “oficialização” do apoio da sigla à reeleição do chefe do Executivo municipal, consequentemente da federação PT/PCdoB/PV.

Além de Itabuna, Otto quer também o PT no palanque de Bento Lima, pré-candidato do prefeito Mário Alexandre (PSD) ao comando do Palácio Paranaguá. O senador deixa nas entrelinhas que o melhor caminho para Adélia Pinheiro, prefeiturável do PT, é compor a majoritária como vice, desistindo da sua postulação.

A acirrada disputa entre o PSD de Otto Alencar e o Avante de Ronaldo Carletto, para ver quem faz mais prefeitos no pleito de 2024, vai terminar deixando o PT cada vez mais fraco e refém dessas duas legendas.

O governador Jerônimo Rodrigues, pensando na sua reeleição em 2026, faz de conta que não sabe de nada. Não quer nenhum atrito com Otto e, muito menos, com o ex-deputado federal Carletto, que tem pela frente a missão de levar o ministro Rui Costa para ser candidato a senador pela sigla.

O tal do “conselho político” é inócuo. É como não existisse. Um enfeite que tem como objetivo passar a impressão que o governo é democrático, que escuta todos os grupos políticos que dão sustentação política ao jeronismo.

Vale lembrar que Gilberto Kassab, comandante nacional do PSD, vai levar o partido em direção à pré-candidatura presidencial de Tarcísio de Freitas, governador de São Paulo. Com a irreversível inelegibilidade de Bolsonaro, descartando o nome da ex-primeira dama Michelle Bolsonaro como opção do bolsonarismo em 2026, Tarcísio, hoje no Republicanos, pode retornar ao PL.

Gilberto Kassab, o dono do PSD, é secretário de Relações Institucionais do governador Tarcísio de Freitas, político de inteira confiança do chefe do Palácio dos Bandeirantes. Ouso a dizer que o apoio do PSD a Tarcísio já está sendo articulado nos bastidores.

Ao senador Otto Alencar fica o conselho para carregar o “andor” da política com mais calma, sob pena do tiro sair pela culatra.

 



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia