WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



camara de ilheus


(73) 99969-0648
redacao@radiobahiana.com.br

setembro 2021
D S T Q Q S S
« ago    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  






:: ‘Mundo’

CINCO MIL PESSOAS SÃO EVACUADAS APÓS VULÇÃO ENTRAR EM ERUPÇÃO NAS ILHAS CANÁRIAS

Cerca de cinco mil pessoas foram evacuadas após a erupção de um vulcão nas Ilhas Canárias. O número inclui 500 turistas que visitavam a região, disseram autoridades nesta segunda-feira (20).

Ainda de acordo com as informações, a expectativa é que não seja necessário evacuar mais pessoas. O vulcão entrou em erupção neste domingo (19) e lançou lava no ar, tomando casas e florestas.

Nenhuma morte foi registrada, mas o vulcão segue com atividade nesta segunda-feira e ainda há fumaça e casas pegando fogo. :: LEIA MAIS »

CHANCES DE TSUMANI ATINGIR O BRASIL É MÍNIMA, AFIRMA ESPECIALISTAS

Especialistas consideram remota a chance de um tsunami atingir o Brasil. Nesta quinta-feira, 16, o Plano Especial de Proteção Civil e Atenção às Emergências de Risco Vulcânico das Ilhas Canárias (Pevolca) alertou que um vulcão nas Ilhas Canárias entrou em estado de alerta e sua erupção explosiva poderia causar um tsunami no Brasil.

Segundo especialistas ouvidos pela Defesa Civil de Salvador, Codesal, a suposição não tem base científica. Segundo o titular do departamento de Oceanografia do Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia, professor José Maria Landim Domiguez, o possível tsunami não passa de especulação, pois a atividade vulcânica não gera o fenômeno, mas sim o deslocamento do solo.

“Para que ocorresse um tsunami de grande magnitude, isso no pior dos cenários, seria necessário que, em função da atividade vulcânica, parte do arquipélago escorregasse para o mar, o que geraria uma onda de grandes proporções que se propagaria para o oceano”, explicou.

Já o meteorologista da Codesal, Giuliano Carlos Nascimento, explica que a ocorrência de tsunamis tem relação com o deslocamento de placas tectônicas, sendo que não há condições propícias para o fenômeno, caso ocorra, atinja Salvador. De acordo com ele, os países latino-americanos, situados na costa do Oceano Pacífico, a exemplo do Chile, têm maior probabilidade de serem atingidos pelo fenômeno.

ALERTA NAS ILHAS CANÁRIAS :: LEIA MAIS »

DUAS PESSOAS CAEM DE AVIÃO AO TENTAR FUGA APÓS TALIBÃ TOMAR O PODER NO AFEGANISTÃO

Elas teriam se agarrado ao trem de pouso ou à fuselagem na lateral da aeronave

Em uma tentativa desesperada de fugir do Afeganistão após o Talibã tomar o poder no país, pelo menos duas pessoas caíram de um avião militar americano nesta segunda-feira, 16, momentos depois da aeronave decolar do aeroporto de Cabul, revelam vídeos divulgados nas redes sociais.

De acordo com o tabloide The Sun, as duas pessoas caíram de um avião de transporte C-17, da Força Aérea americana. Elas teriam se agarrado ao trem de pouso ou à fuselagem na lateral da aeronave.

Já segundo o jornal britânico The Guardian, no mínimo três pessoas teriam caído do avião. Outro vídeo mostra os corpos de três pessoas — dois homens e uma mulher — caídos no chão do aeroporto Hamid Karzai, de acordo com a publicação.

Pelo menos cinco pessoas morreram durante tumulto no terminal superlotado. Homens, mulheres e crianças foram filmados tentando entrar em aeronaves depois que o grupo radical islâmico invadiu a capital afegã e tomou o palácio presidencial. Aviões dos Estados Unidos foram enviados a Cabul para retirar americanos da cidade.

Talibã volta ao poder

:: LEIA MAIS »

ESTUDO DA OXFORD APONTA QUE 3ª DOSE DA VACINA ASTRAZENECA AUMENTA A RESPOSTA IMUNE

Resultados semelhantes foram observados ao aumentar o intervalo entre as duas primeiras doses para 45 semanas.

Um estudo realizado pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, divulgado nesta segunda-feira (28) mostrou que uma terceira dose da vacina de Oxford-AstraZeneca aumenta ainda mais a resposta imune ao novo coronavírus. A pesquisa, que ainda não foi revisada por pares, indica que estender o prazo de aplicação da segunda dose para 45 semanas após a primeira injeção pode ter efeito semelhante.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores analisaram 30 participantes dos estudos clínicos da vacina, que receberam a segunda dose tardia e outras 90 pessoas que receberam uma terceira dose. Todos eles tinham menos de 55 anos.

Os resultados mostraram que os níveis de anticorpos permanecem elevados por pelo menos um ano após uma única dose. Por outro lado, uma terceira dose do imunizante, administrada pelo menos 6 meses após a segunda dose, aumentou seis vezes os níveis de anticorpos e manteve a resposta das células T, aquelas com funções imunológicas de efetuação de respostas antivirais. A dose de reforço também resultou em maior atividade neutralizante contra as variantes Alfa (B.1.1.7, identificada na Inglaterra), Beta (B.1.351, originária da África do Sul) e Delta (B.1.617.2, descoberta na Índia).

Atualmente, a vacina de Oxford-AstraZeneca é administrada em regime de duas doses, com 12 semanas de intervalo entre elas. Apesar dos resultados, especialistas ressaltam que ainda não há evidências de de que seja necessária uma dose de reforço do imunizante, principalmente neste momento, em que há escassez de vacinas no mundo.

EUA INCLUEM BRASIL EM LISTA DE PAÍSES QUE VÃO RECEBER DOAÇÃO DE VACINA

1º lote, com 25 milhões de doses, será dividido entre países membros da aliança Covax e aliados regionais.

Os Estados Unidos incluíram o Brasil na lista com mais de 40 países que irão receber parte do primeiro lote de doação de vacinas contra a Covid-19, anunciaram as autoridades americanas nesta quinta-feira (3).

Não há, no entanto, um número exato de quantas doses o Brasil irá receber, isso porque o país precisará dividir cerca de 6 milhões de doses ao menos outros 14 países da América Latina.

Ao todo, os EUA se comprometeram a redistribuir cerca de 80 milhões de doses das vacinas AstraZeneca, Pfizer, Moderna e Johnson & Johnson para outros países até o final de junho. Do total, 25 milhões de doses serão enviadas neste primeiro lote.

As doses destinadas ao Brasil serão entregues por meio da aliança Covax, da Organização Mundial da Saúde (OMS), que vai receber 19 milhões das doses disponíveis e que serão distribuídas da seguinte forma:

:: LEIA MAIS »

VACINAS DA PFIZER E ASTRAZENECA SÃO EFETIVAS CONTRA VARIANTE INDIANA

Estudo da agência de saúde pública do Reino Unido apontou que os dois imunizantes oferecem alta proteção contra casos sintomáticos da mutação indiana do coronavírus, duas semanas após a segunda dose.

As vacinas contra a covid-19 desenvolvidas pela Pfizer e pela AstraZeneca são altamente efetivas contra a variante indiana do coronavírus, segundo um estudo divulgado pela agência de saúde pública do Reino Unido, Public Health England (PHE), na noite de sábado (22/05).

A pesquisa, realizada entre 5 de abril e 16 de maio, apontou que os dois imunizantes, ambos em uso nas campanhas de vacinação do Brasil e do Reino Unido, se mostraram quase tão eficazes contra a cepa indiana quanto contra a variante britânica após a segunda dose.

A fórmula da Pfizer, desenvolvida em parceria com a alemã Biontech, apresentou efetividade de 88% contra a doença sintomática causada pela mutação indiana duas semanas após a segunda dose – contra a variante britânica, a efetividade foi de 93% no mesmo estudo.

Já o imunizante da AstraZeneca, desenvolvido com a Universidade de Oxford, se mostrou 60% efetiva contra a variante indiana – ante 66% contra a cepa britânica – também duas semanas após a aplicação da segunda dose da vacina.

Além disso, ambos os imunizantes apontaram efetividade de 33% contra a doença sintomática causada pela variante indiana já três semanas após a primeira dose, em comparação com 50% de efetividade contra a cepa britânica no mesmo período. :: LEIA MAIS »

LEITE MATERNO PRODUZIDO POR MÃES VACINADAS TEM ANTICORPOS CONTRA A COVID-19, DIZ ESTUDO

Pesquisadores avaliam que o resultado sugere que os anticorpos presentes no alimento podem ajudar a proteger bebês contra a Covid.

Dois anticorpos específicos contra o novo coronavírus (IgA e o IgG) foram identificados no leite materno produzido por mulheres que receberam a vacina, de acordo com um estudo publicado nesta segunda-feira (12) na revista científica americana “The Journal of the American Medical Association (JAMA)”.

Os pesquisadores avaliam que o leite materno pode ser uma fonte de anticorpos contra a Covid-19 para os recém-nascidos, embora essa conclusão dependa de novos estudos específicos.

“Os anticorpos encontrados no leite materno dessas mulheres mostraram fortes efeitos neutralizantes, sugerindo um potencial efeito protetor contra infecção em bebês”, afirmam os cientistas no artigo sobre a pesquisa.

:: LEIA MAIS »

COVID-19: COM 3.668 MORTES EM 24 HORAS, BRASIL VOLTA A BATER PIOR MARCA DA PANDEMIA

O Brasil bateu um novo recorde com 3.668 mortes por Covid registradas nas últimas 24 horas e totalizou nesta terça-feira (30) 317.936 óbitos. Com isso, a média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias chegou a 2.728, nova pior marca no índice pelo 5º dia consecutivo. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +34%, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

É o que mostra novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h de terça.

A um dia do fim do mês, março já tem quase o dobro de mortes por Covid registradas em julho de 2020, que era o pior mês da pandemia –até ser superado pelo mês atual. De acordo com dados do consórcio de veículos de imprensa, julho teve 32.912 óbitos pela doença. Até aqui, foram registradas 62.918 mortes em março no país.

AVIÃO COM INSUMOS PARA PRODUÇÃO DE 8,6 MILHÕES DE DOSES DA VACINA CORONAVAC CHEGA AO BRASIL

Lote com 5,4 mil litros de matéria-prima veio da China e chegou ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), às 23h46.

Chegou ao Brasil, na noite desta quarta-feira (3), o avião transportando 5,4 mil litros de insumos para produção da CoronaVac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. As doses chegaram no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), às 23h46, em um voo da China.

Além das equipes do aeroporto, a Receita Federal, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Polícia Federal participaram da operação para liberação da carga. O material deve deixar o terminal com destino a São Paulo às 10h desta quinta (4).

O desembarque contou com a presença do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), do secretário de Saúde do estado, Jean Gorinchteyn, e do diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas. :: LEIA MAIS »

ILHÉUS: ATLANTIC NICKEL REALIZA PRIMEIRO EMBARQUE PARA EXPORTAÇÃO EM 2021

A Atlantic Nickel, única empresa no Brasil produtora de níquel sulfetado, matéria-prima fundamental na fabricação de baterias para carros elétricos, realizou o primeiro embarque de 2021 para exportação de sua produção pelo Porto de Ilhéus, região sul da Bahia.

Após alcançar a marca de 67,7 mil toneladas de concentrado de níquel direcionadas ao mercado internacional em 2020, a empresa inicia o ano cumprindo os cronogramas e metas de produção para atender à crescente demanda do mercado mundial da eletrificação. Os resultados são fruto de uma operação que emprega mais de 1.700 pessoas em Itagibá, valorizando a mão de obra local e proporcionando distribuição de renda na região.

O navio com o primeiro carregamento de 2021 partiu transportando quase 10 mil toneladas de concentrado de níquel em direção ao Porto de Xingang, na China. :: LEIA MAIS »

vida 1000 saude



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia