WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



camara de ilheus


(73) 99969-0648
redacao@radiobahiana.com.br

junho 2021
D S T Q Q S S
« maio    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  






:: ‘Mundo’

EUA INCLUEM BRASIL EM LISTA DE PAÍSES QUE VÃO RECEBER DOAÇÃO DE VACINA

1º lote, com 25 milhões de doses, será dividido entre países membros da aliança Covax e aliados regionais.

Os Estados Unidos incluíram o Brasil na lista com mais de 40 países que irão receber parte do primeiro lote de doação de vacinas contra a Covid-19, anunciaram as autoridades americanas nesta quinta-feira (3).

Não há, no entanto, um número exato de quantas doses o Brasil irá receber, isso porque o país precisará dividir cerca de 6 milhões de doses ao menos outros 14 países da América Latina.

Ao todo, os EUA se comprometeram a redistribuir cerca de 80 milhões de doses das vacinas AstraZeneca, Pfizer, Moderna e Johnson & Johnson para outros países até o final de junho. Do total, 25 milhões de doses serão enviadas neste primeiro lote.

As doses destinadas ao Brasil serão entregues por meio da aliança Covax, da Organização Mundial da Saúde (OMS), que vai receber 19 milhões das doses disponíveis e que serão distribuídas da seguinte forma:

:: LEIA MAIS »

VACINAS DA PFIZER E ASTRAZENECA SÃO EFETIVAS CONTRA VARIANTE INDIANA

Estudo da agência de saúde pública do Reino Unido apontou que os dois imunizantes oferecem alta proteção contra casos sintomáticos da mutação indiana do coronavírus, duas semanas após a segunda dose.

As vacinas contra a covid-19 desenvolvidas pela Pfizer e pela AstraZeneca são altamente efetivas contra a variante indiana do coronavírus, segundo um estudo divulgado pela agência de saúde pública do Reino Unido, Public Health England (PHE), na noite de sábado (22/05).

A pesquisa, realizada entre 5 de abril e 16 de maio, apontou que os dois imunizantes, ambos em uso nas campanhas de vacinação do Brasil e do Reino Unido, se mostraram quase tão eficazes contra a cepa indiana quanto contra a variante britânica após a segunda dose.

A fórmula da Pfizer, desenvolvida em parceria com a alemã Biontech, apresentou efetividade de 88% contra a doença sintomática causada pela mutação indiana duas semanas após a segunda dose – contra a variante britânica, a efetividade foi de 93% no mesmo estudo.

Já o imunizante da AstraZeneca, desenvolvido com a Universidade de Oxford, se mostrou 60% efetiva contra a variante indiana – ante 66% contra a cepa britânica – também duas semanas após a aplicação da segunda dose da vacina.

Além disso, ambos os imunizantes apontaram efetividade de 33% contra a doença sintomática causada pela variante indiana já três semanas após a primeira dose, em comparação com 50% de efetividade contra a cepa britânica no mesmo período. :: LEIA MAIS »

LEITE MATERNO PRODUZIDO POR MÃES VACINADAS TEM ANTICORPOS CONTRA A COVID-19, DIZ ESTUDO

Pesquisadores avaliam que o resultado sugere que os anticorpos presentes no alimento podem ajudar a proteger bebês contra a Covid.

Dois anticorpos específicos contra o novo coronavírus (IgA e o IgG) foram identificados no leite materno produzido por mulheres que receberam a vacina, de acordo com um estudo publicado nesta segunda-feira (12) na revista científica americana “The Journal of the American Medical Association (JAMA)”.

Os pesquisadores avaliam que o leite materno pode ser uma fonte de anticorpos contra a Covid-19 para os recém-nascidos, embora essa conclusão dependa de novos estudos específicos.

“Os anticorpos encontrados no leite materno dessas mulheres mostraram fortes efeitos neutralizantes, sugerindo um potencial efeito protetor contra infecção em bebês”, afirmam os cientistas no artigo sobre a pesquisa.

:: LEIA MAIS »

COVID-19: COM 3.668 MORTES EM 24 HORAS, BRASIL VOLTA A BATER PIOR MARCA DA PANDEMIA

O Brasil bateu um novo recorde com 3.668 mortes por Covid registradas nas últimas 24 horas e totalizou nesta terça-feira (30) 317.936 óbitos. Com isso, a média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias chegou a 2.728, nova pior marca no índice pelo 5º dia consecutivo. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +34%, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

É o que mostra novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h de terça.

A um dia do fim do mês, março já tem quase o dobro de mortes por Covid registradas em julho de 2020, que era o pior mês da pandemia –até ser superado pelo mês atual. De acordo com dados do consórcio de veículos de imprensa, julho teve 32.912 óbitos pela doença. Até aqui, foram registradas 62.918 mortes em março no país.

AVIÃO COM INSUMOS PARA PRODUÇÃO DE 8,6 MILHÕES DE DOSES DA VACINA CORONAVAC CHEGA AO BRASIL

Lote com 5,4 mil litros de matéria-prima veio da China e chegou ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), às 23h46.

Chegou ao Brasil, na noite desta quarta-feira (3), o avião transportando 5,4 mil litros de insumos para produção da CoronaVac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. As doses chegaram no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), às 23h46, em um voo da China.

Além das equipes do aeroporto, a Receita Federal, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Polícia Federal participaram da operação para liberação da carga. O material deve deixar o terminal com destino a São Paulo às 10h desta quinta (4).

O desembarque contou com a presença do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), do secretário de Saúde do estado, Jean Gorinchteyn, e do diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas. :: LEIA MAIS »

ILHÉUS: ATLANTIC NICKEL REALIZA PRIMEIRO EMBARQUE PARA EXPORTAÇÃO EM 2021

A Atlantic Nickel, única empresa no Brasil produtora de níquel sulfetado, matéria-prima fundamental na fabricação de baterias para carros elétricos, realizou o primeiro embarque de 2021 para exportação de sua produção pelo Porto de Ilhéus, região sul da Bahia.

Após alcançar a marca de 67,7 mil toneladas de concentrado de níquel direcionadas ao mercado internacional em 2020, a empresa inicia o ano cumprindo os cronogramas e metas de produção para atender à crescente demanda do mercado mundial da eletrificação. Os resultados são fruto de uma operação que emprega mais de 1.700 pessoas em Itagibá, valorizando a mão de obra local e proporcionando distribuição de renda na região.

O navio com o primeiro carregamento de 2021 partiu transportando quase 10 mil toneladas de concentrado de níquel em direção ao Porto de Xingang, na China. :: LEIA MAIS »

RUSSIA PROMETE ENVIO DE MAIS 70 MILHÕES DE DOSES DA SPUTNIK, DIZ SECRETÁRIO VILAS-BOAS

Além disso, em Brasília serão produzidas mais 80 milhões de doses do imunizante até o final deste ano.

A Rússia deve enviar para a Bahia mais 70 milhões de doses da vacina Sputnik V. Segundo o secretário de Saúde Fábio Vilas-Boas, o lote vai ser somado às 10 milhões de doses já compradas pelo estado em uma parceria com o Fundo Russo para Investimentos Diretos (RDIF). A novidade foi revelada pelo secretário ao lado do governador Rui Costa (PT), no ‘Papo Correria’ na noite desta terça-feira (02).

“A notícia hoje foi melhor do que a gente imaginava. Eles anunciaram que das 10 [milhões de doses] – que chegarão 4 [milhões] com 30 dias e 6 [milhões] com 60 dias – eles garantem entregar 70 milhões de doses importadas da Rússia a mais, perfazendo 80 milhões. E mais as 80 milhões de doses que vão ser fabricadas em Brasília até o final do ano em 2021”, explicou.

Conforme um estudo divulgado pela revista The Lancet nesta terça, a Sputnik V tem 91,6% de chances de eficácia. A pesquisa foi realizada com mais de 19 mil voluntários. :: LEIA MAIS »

BAIANO DESENVOLVE NOVO TIPO DE SORVETE COM POTENCIAL MEDICINAL

Cientista, pesquisador ou artista plástico. Para Adriano Xavier, 31 anos, que nasceu em Inhambupe, interior da Bahia, o título pouco importa. Isso porque, em todas as especificações, prevalece o caráter autodidata. Adriano desenvolveu, a partir das próprias teorias, invenções e princípios, uma receita para um novo tipo de sorvete, à base de algaroba, sem açúcar comercial e sem nenhuma lactose.

O baiano, que afirma querer deixar sua marca no mundo assim como os ídolos, Nicole Tesla, Albert Einstein e Santos Dumont, ressalta diversos benefícios para a saúde que vêm junto ao alimento. “Sem conservantes, nem aditivos químicos, o sorvete também não conta com nenhuma substância cancerígena, nem mesmo glúten”, destaca.

O que impressiona pela falta de ingredientes presentes em doces mais comuns, pode gerar suspeita por parte do consumidor quanto ao sabor do produto, algo que o inventor faz questão de tranquilizar. “Esse sorvete pode ser consumido por pessoas que tem problemas de saúde, como intolerância à lactose, por ser um alimento medicinal, nutricional, natural, orgânico, multifuncional, bioativo, vitamínico e 100% vegetal. A maioria das pessoas se surpreende pelo sabor ao descobrir que um doce pode ser nutritivo e saudável ao mesmo tempo. Em junho de 2018, em uma mostra sensorial na Feira de Gastronomia de Paris, na França, tive a oportunidade de expor o produto em um estande que foi muito bem recepcionado pelo público”, declara Adriano, que já criou 14 alimentos, dentre os quais estão sete doces pastosos e cremosos. :: LEIA MAIS »

DOIS MILHÕES DE DOSES DA VACINA ASTRAZENECA\ OXFORD CHEGA AO BRASIL NESTA SEXTA (22)

Os imunizantes serão transportados em voo comercial da companhia Emirates com destino ao aeroporto Tom Jobim, no Rio de Janeiro.

Dois milhões de doses da vacina desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford devem chegar ao Brasil na tarde desta sexta-feira (22).

A informação da chegada da carga vinda da Índia foi feito pelo Ministério da Saúde, na última quinta-feira (21). Os imunizantes serão transportados em voo comercial da companhia Emirates com destino ao aeroporto Tom Jobim, no Rio de Janeiro.

O governo brasileiro chegou a anunciar que uma aeronave sairia do país para buscar as vacinas, por conta própria, mas o avião plotado com a campanha do SUS destinado para a ação não chegou a ser utilizado. Na ocasião, a Índia declarou que estava iniciando o ciclo de vacinação no país e não ia poder atender o Brasil. :: LEIA MAIS »

CONSÓRCIO NORDESTE ARTICULA AQUISIÇÃO DE DOSES DA VACINA SPUTNIK V PARA USO EMERGENCIAL

A associação de governadores do Nordeste pretende reservar 50 milhões de doses do imunizante desenvolvido na Rússia e produzido no Brasil pela Farmacêutica União Química.

O governador do Piauí, Wellington Dias, presidente do Consórcio Nordeste, participou de videoconferência, na tarde desta quinta-feira (14), para articular a aquisição de doses emergenciais da vacina russa Sputnik V para os estados nordestinos. O encontro teve participação de representantes da Embaixada da Rússia no Brasil e da Farmacêutica União Química.

A ideia, segundo o presidente do Consórcio Nordeste, é garantir 50 milhões de doses do imunizante russo para uso emergencial nos nove estados da região após a liberação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“A Sputnik V foi aprovada por órgãos reguladores e está sendo usada em vários países. A União Química tem autorização para produção dessa vacina no Brasil. Através do Consórcio Nordeste, vamos solicitar doses prontas para esse uso. Já temos um documento com apoio de todos os governadores para reserva dessas doses”, explicou Dias.

De acordo com o gestor, a União Química e Fundo Russo de Investimento preveem entrega de 10 milhões de doses ao país até março. O pedido para autorização de uso emergencial da vacina russa Sputnik V deve ser enviado à Anvisa ainda esta semana.





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia