WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia





(73) 99969-0648
redacao@radiobahiana.com.br

julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


:: ‘Geral’

Deslizamento Próximo ao McDonald’s Reforça Urgência na Atuação dos Órgãos Reguladores para Garantir Segurança e Sustentabilidade Urbana

O recente deslizamento de terra no terreno ao lado do McDonald’s, destinado à construção de um prédio de luxo, destaca preocupações sobre a escolha de construir em áreas propensas a deslizamentos e a remoção de vegetação que serve como contenção de encostas. O incidente ressalta a importância de avaliações rigorosas de riscos antes de empreender grandes projetos imobiliários, considerando a vulnerabilidade geológica da região. A remoção da vegetação compromete a estabilidade do solo, aumentando o potencial de deslizamentos. A construção em encostas requer estudos geotécnicos, respeito à legislação ambiental e consideração pela sustentabilidade, visando evitar impactos negativos no meio ambiente e garantir a segurança das comunidades circunvizinhas. O episódio enfatiza a necessidade de abordagens cuidadosas e sustentáveis no desenvolvimento urbano, priorizando a preservação ambiental e a segurança da comunidade.

Previsão de muita chuva em Ilhéus nos próximos dias

A Defesa Civil de Ilhéus emitiu um alerta à população, prevendo chuvas intensas nos próximos sete dias, podendo atingir até 206 mm, conforme dados do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) e do CEMADEN (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais).

Os riscos iminentes de deslizamentos de terra, alagamentos e inundações em áreas vulneráveis de Ilhéus exigem a atenção da comunidade. Como medida preventiva, a Defesa Civil vem implementando ações ao longo da semana, como a instalação de lonas, inspeções em regiões de risco e orientações às famílias. A entidade também permanece em constante monitoramento das áreas mais suscetíveis.

A Defesa Civil atua continuamente por meio de monitoramentos, analisando os índices de chuvas recentes e realizando previsões a curto e longo prazo. Em situações de emergência, a população pode acionar a Defesa Civil pelo número (73) 97400-7521 (WhatsApp) ou entrar em contato com o Corpo de Bombeiros através da Central 193. A colaboração e o pronto atendimento são essenciais para garantir a segurança de todos diante das condições climáticas adversas.

A Rua do Carneiro, em Ilhéus, tornou-se o palco de um protesto peculiar. Ali, a ausência de pavimentação é um testemunho físico do descaso enfrentado pelos moradores, apesar da promessa de melhorias. A situação, no entanto, não é única: outras vias, como a Rua Santarém, Avenida Canavieiras, Avenida Cadeias 02, Avenida Candeias 01, Rua Aliança e Rua Água Preta, além da Rua São Francisco, unindo o mesmo destino desolador.

A indignação dos moradores é evidente, e eles encontraram na falta de pavimentação uma forma de protesto. Essa atitude calorosa é, na verdade, uma denúncia explícita da falta de planejamento, do descaso e da ausência de comprometimento da prefeitura de Ilhéus com a população dessas localidades.

O governo do estado, em um gesto de boa vontade, destinou-se verbalmente para a realização de obras nessas ruas esquecidas. O convênio N° 120/2022, firmado entre o município e o governo estadual, prevê um montante total de $3.190.292,93 para transformar a realidade dessas comunidades. No entanto, apesar do dinheiro ter sido repassado, as obras permaneceram apenas no papel.

Não se trata apenas da Rua do Carneiro, mas de todo um conjunto de vias que deveriam ter sido beneficiadas pelas obras. A população clama por respostas, exigindo que a administração municipal cumpra o seu papel, implementando as melhorias que foram prometidas.

A falta de infraestrutura não é apenas um incômodo estético, mas uma violação do direito básico dos cidadãos a uma vida digna. A prefeitura de Ilhéus deve prestar contas à comunidade e tomar medidas imediatas para garantir que o dinheiro destinado às obras seja utilizado conforme o previsto, transformando essas ruas esquecidas em locais seguros e dignos para seus habitantes.

Alagamentos no Centro de Ilhéus Desafiam Obras de Melhorias na Drenagem

A prefeitura, liderada pelo prefeito Mario Alexandre, anunciou com grande entusiasmo as obras realizadas para resolver os problemas históricos de alagamento na região central da cidade. Contudo, a realidade nas ruas mostra que os investimentos não foram capazes de superar os desafios impostos pelas chuvas intensas.

Em meio a ruas transformadas em verdadeiros rios, os moradores se veem prejudicados, comércios enfrentam prejuízos e a mobilidade urbana é comprometida. Os transtornos são frequentes, especialmente durante o período chuvoso, evidenciando a necessidade de uma revisão nas estratégias adotadas pela prefeitura.

A falta de eficácia das obras de drenagem expõe a gestão municipal a críticas contundentes. A população se pergunta se os recursos foram devidamente aplicados e se a escolha das intervenções foi a mais adequada. É inaceitável que, mesmo após os investimentos anunciados, a cidade continue sofrendo com alagamentos, colocando em xeque a competência da administração pública local.

Ao puxar a orelha do prefeito, é imperativo questionar a falta de planejamento ou a eficácia das soluções adotadas. A gestão municipal precisa prestar contas à população, explicando as razões pelas quais as obras não foram capazes de atender às expectativas e resolver um problema crônico.

Diante do cenário de alagamentos persistentes, a pressão da sociedade deve ser intensificada para que a prefeitura adote medidas rápidas e efetivas. A cidade de Ilhéus não pode mais conviver com a ineficiência na gestão das águas pluviais, e é dever da administração local assegurar que as obras sejam, de fato, capazes de proporcionar uma solução duradoura para esse problema.

 

Receita Federal anula isenção tributária para líderes religiosos concedida por Bolsonaro

O Secretário da Receita Federal, Robinson Barreirinhas, suspendeu uma decisão do governo Bolsonaro que garantiu isenção tributária sobre salários de ministros de confissão religiosa, como pastores. A decisão veio por determinação do Tribunal de Contas da União (TCU).

O Ato Declaratório Interpretativo que concedeu o benefício foi assinado por Julio César Vieira Gomes, às vésperas da eleição de 2022. Julio César é o mesmo que esteve envolvido na tentativa de liberação das joias dadas que o ex-presidente Jair Bolsonaro tentou incorporar ao seu patrimônio.

A concessão da isenção aos líderes religiosos foi considerada atípica porque não passou pelo crivo da subsecretaria de tributação da Receita.

O Tribunal de Contas da União também estava investigando o procedimento de Julio Cesar.

Suspeito de perseguir mulher há 7 anos é preso; marido da vítima foi agredido com socos e pontapés

Na quinta-feira (18), foi efetuada a prisão de um homem suspeito de perseguir e agredir familiares de uma mulher na cidade de Itabuna, situada no sul da Bahia. A detenção ocorreu em cumprimento a um mandado de prisão, após o indivíduo ter agredido fisicamente o marido de Esther Vasconcelos, uma criadora de conteúdo. A vítima alega ser alvo do agressor há sete anos.

Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito enfrenta problemas psiquiátricos e estava sob cuidados médicos no Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães, após ter sido agredido por populares no bairro Conceição.

A captura do suspeito foi realizada por agentes da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), sendo posteriormente conduzido à sede da Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) para submeter-se a exames de corpo de delito no Departamento de Polícia Técnica (DPT). Ele foi encaminhado ao Conjunto Penal de Itabuna.

PM suspeito de matar jovem em posto de combustíveis em Ilhéus é preso

policial militar João Wagner Madureira, suspeito de matar a jovem Fernanda Santos Pereira, de 23 anos, a tiros, na cidade de Ilhéus, foi preso nesta quinta-feira (18). A vítima foi morta na madrugada de quinta-feira (11), em um posto de combustível do município.

A prisão de João Wagner Madureira aconteceu três dias após ele se apresentar na delegacia de Ilhéus. De acordo com o delegado à frente do caso, Helder Carvalhal, na oportunidade, o homem foi ouvido e liberado, já que o prazo para prisão em flagrante havia encerrado. O suspeito ainda alegou disparo acidental.

O mandado de prisão foi cumprido uma semana após o crime, por equipes do Núcleo de Homicídios de Ilhéus e da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (7ª Coorpin), com o apoio da 69ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM).

A medida cautelar foi solicitada à Justiça, pelo titular do Núcleo de Homicídios, delegado Helder Carvalhal de Almeida, um dia após o crime.

“O mandado de prisão foi solicitado sob sigilo, com o objetivo de preservar o inquérito policial, onde reunimos todos os elementos probatórios que comprovaram a materialidade e a autoria”, informou o delegado.

A PM informou que o suspeito foi afastado das atividades enquanto o caso estiver em investigação.

De acordo com o delegado, o principal indicativo para motivação do crime é de ato fútil.

“A situação iniciou com um desentendimento entre a vítima e a tia do autor. O policial tomou partido da tia e começou as agressões, culminando no homicídio”, detalhou.

Policiais são afastados na BA após abordagem com chute em partes íntimas de homem, socos e confissão forçada

O momento em que três policiais abordam um homem na cidade de Canavieiras, foi registrado por uma câmera de segurança. No decorrer da ação, um dos policiais desferiu chutes nas partes íntimas do rapaz, aplicou socos e o coagiu a confessar um suposto roubo. Apesar de ocorrida no sábado (13), o vídeo ganhou ampla repercussão nas redes sociais na terça-feira (16).

Em comunicado, a Polícia Militar da Bahia expressou repúdio à conduta dos três agentes pertencentes à 71ª Companhia Independente (CIPM). Informou ainda que eles foram temporariamente afastados do serviço operacional, aguardando a conclusão de um inquérito de apuração que foi instaurado para investigar o incidente.

 

 

Vice-prefeito de Itapé (BA) é preso por tráfico de drogas; ele também investigado por violência doméstica

André Jatobá, vice-prefeito de Itapé (BA), foi preso na sexta-feira, 12, por porte ilegal de armas e tráfico de drogas. De acordo com a Polícia Civil,  o homem é investigado por diversos crimes contra sua ex-companheira e, durante mandado de busca e apreensão no âmbito da Lei Maria da Penha, os agentes encontraram um arsenal de armas de fogo, munições, explosivos e entorpecentes.

Os mandados foram cumpridos pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam/ Jequié), com apoio da 9ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Jequié) e da 6ª Coorpin/Itabuna.

Ao todo, foram apreendidas: três pistolas, duas réplicas de armas de fogo, oito carregadores de munições, 769 munições, 20 cartuchos deflagrados, três bananas de dinamites, um explosivo artesanal, carregadores, um porta-carregador e dois coldres. Já sobre as drogas, foram apreendidos: 161 comprimidos de ecstasy, 30 porções de MDMA, uma pedra e um saco com uma porção da mesma droga sintética, dois vasilhames com resíduo de ecstasy, uma pedra de haxixe, um papelote de cocaína, três cigarros e cinco vasilhames com maconha, uma porção de skunk, três recipientes com anabolizantes e 14 frascos de lança-perfume.

Durante a execucação da operação, que foi batizada de “Revenge”, autoridades também recolheram celulares, notebooks, tablet, DVRs, pendrives, HD externo, CD e cartões de memória de André Jatobá. Todos os itens foram encaminhados para a perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT). Após ser detido, ele passou por exames de corpo de delito e foi direcionado ao cárcere.

Por Terra

Jabes Ribeiro Compartilha Experiências e Visões para o Futuro em Entrevista à Rádio Baiana

Na mais recente edição do programa “Falando Direito” da Rádio Baiana, Jabes Ribeiro, ex-prefeito de Ilhéus e atual pré-candidato a prefeito, participou de uma entrevista reveladora, abordando diversos aspectos de sua gestão passada e projetando seu compromisso para o futuro político da cidade.

Durante a conversa, Jabes Ribeiro revisitou suas realizações enquanto prefeito de Ilhéus, destacando projetos que marcaram sua administração e contribuíram para o desenvolvimento da cidade. Ele compartilhou insights sobre a implementação de políticas públicas, investimentos em infraestrutura, e a promoção de iniciativas que impactaram positivamente a comunidade local.

Ao falar sobre seus projetos futuros, o pré-candidato expressou sua visão para Ilhéus, discutindo propostas e ideias que visam aprimorar ainda mais a qualidade de vida dos munícipes. Ressaltando a importância da participação da comunidade nas decisões municipais, Jabes Ribeiro demonstrou um compromisso contínuo com a melhoria da cidade.

Além disso, a entrevista proporcionou insights valiosos sobre a relação de Jabes Ribeiro com seus vice-prefeitos durante sua gestão anterior. Ele compartilhou detalhes sobre como a colaboração e o trabalho em equipe foram fundamentais para a implementação bem-sucedida de diversas políticas públicas. Essa abordagem destacou a importância de parcerias sólidas e cooperação na administração pública.

A entrevista na Rádio Baiana não apenas ofereceu aos ouvintes uma visão mais profunda sobre a trajetória política de Jabes Ribeiro, mas também serviu como plataforma para apresentar suas ideias e planos para o futuro de Ilhéus. A comunidade agora aguarda ansiosamente os desdobramentos dessa pré-candidatura e como essas propostas serão traduzidas em ações efetivas para o benefício da cidade e de seus habitantes.



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia