WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



(73) 99969-0648
redacao@radiobahiana.com.br

outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: ‘Esportes’

PREFEITURA DE ILHÉUS REALIZA TESTAGEM PARA COVID-19 EM JOGADORES E COMISSÃO DO COLO-COLO

A Prefeitura de Ilhéus realizou na manhã desta terça-feira (27) a testagem para detecção da Covid-19 no elenco e na comissão técnica do Colo-Colo. O teste Swab (PCR – feito a partir da retirada de amostras da garganta e do nariz) é exigido pela Federação Bahiana de Futebol  antes de cada jogo e faz parte do protocolo elaborado pela entidade para autorização das partidas pela série B do campeonato estadual.

Zé Carlos, primeiro vice-presidente e diretor de futebol do Colo-Colo, frisou a parceria com o poder público municipal para o fomento e a valorização do esporte profissional na cidade. “O apoio da Prefeitura nesse momento é extremamente relevante. Os testes têm um custo alto para o clube e com essa parceria vamos poder realizar os exames semanalmente para atender as determinações da Federação”. :: LEIA MAIS »

COLO-COLO ESPERA JOGAR EM CASA A PARTIR DO 2º JOGO

NOTA COLO-COLO

Saiu a confirmação dos locais de jogos de cada time, pela Federação Baiana de Futebol. Como já era esperado pela diretoria, saiu na tabela que o Colo-Colo vai mandar os seus jogos no Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista. Os ajustes exigidos pela Federação em relação ao estádio Mário Pessoa ainda não estão todos prontos, mas acreditamos no poder municipal em contar com o nosso estádio a partir do 2º jogo. A diretoria do Colo-Colo solicitou ao Poder Público Municipal que sanasse as pendências do Estádio, a partir do nosso segundo jogo poderemos mandar os nossos jogos para a nossa casa e contar com o apoio da TORCIDA TIGRÃO, que são de extrema importância nesse processo!

AUXÍLIO EMERGENCIAL PARA PROFISSIONAIS DO SETOR ESPORTIVO

 

Câmara aprova auxílio emergencial para trabalhadores do esporte

A Câmara dos Deputados aprovou hoje o pagamento de auxílio emergencial para profissionais do setor esportivo. O projeto de lei prevê o crédito de três parcelas de R$ 600 e segue para sanção presidencial. Atletas e paratletas com idade mínima de 14 anos que sejam vinculados a uma entidade desportiva poderão receber o benefício. Outra condição é que o esportista não esteja vinculado a um emprego formal. O projeto estabelece que o auxílio será pago pela União até o limite R$ 1,6 bilhão de impacto no orçamento.

Conforme o texto, o beneficiário também deverá ter renda familiar mensal per capita de até meio salário-mínimo ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos, o que for maior, e não ser titular de benefício previdenciário ou assistencial. Quem recebe seguro desemprego ou participa de algum programa de transferência de renda federal também não poderá receber o benefício. Ao tramitar no Senado, parlamentares incluíram no rol de profissionais aptos a receber o auxílio cronistas, jornalistas e radialistas esportivos, sem vínculos empregatícios com entidades de prática desportiva ou emissoras de radiodifusão. Todos as emendas propostas pelo Senado foram acolhidas.

Parlamentares autorizaram entidades como Comitê Olímpico Brasileiro, Comitê Paraolímpico Brasileiro e entidades de administração do desporto a empregar os recursos advindos das loterias também para quitação de débitos de natureza fiscal, administrativa, trabalhista, cível ou previdenciária.

Premiação

A proposta prevê ainda que a União pague aos atletas e paratletas uma premiação no valor de até R$ 30 mil, usando dinheiro do imposto de renda incidente no pagamento de prêmios de loterias e sorteios, limitado a R$ 1 milhão. A premiação será no âmbito de competições esportivas promovidas pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB); pelo Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB); pelas ligas esporte.



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia