WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia





(73) 99969-0648
redacao@radiobahiana.com.br

novembro 2021
D S T Q Q S S
« out    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  






:: ‘Brasil’

QUEIROGA PROJETA IMUNIZAÇÃO COMPLETA DE TODOS OS ADULTOS EM OUTUBRO

Ministro da Saúde participou de audiência remota da Comissão Temporária da Covid-19

Durante audiência remota da Comissão Temporária da Covid-19, na quarta-feira, 8, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, defendeu a dose de reforço da vacina. Ele também afirmou que o país terá, até outubro, vacinas suficientes para a imunização completa de todos os cidadãos com mais de 18 anos. E que a expectativa de sua pasta é que a campanha de imunização completa seja finalizada até o final do ano. A Comissão Temporária da Covid-19, presidida pelo senador Confúcio Moura (MDB-RO) acompanha as ações de enfrentamento à pandemia.

Queiroga apresentou estatísticas indicando que nos últimos 60 dias houve uma redução de 60% nos números de casos e de óbitos por covid-19, mesmo com a variante delta já circulando no país. Além disso, o ministro considerou desnecessária a participação da iniciativa privada no programa de vacinação contra a covid-19; defendendo a atuação do SUS no processo de imunização.

Dose de reforço

Em resposta ao senador Wellington Fagundes (PL-MT), que destacou a controvérsia internacional sobre a aplicação de doses de reforço, Queiroga citou os casos de Israel, Reino Unido e Estados Unidos, que teriam verificado que os imunizantes têm uma perda gradual de seus efeitos ao longo do tempo. O ministro informou que o Ministério da Saúde decidiu pela aplicação da dose de reforço por concordar com a Câmara Técnica Assessora de Imunização da Covid-19 (Cetai), especialmente em face da baixa efetividade das vacinas em idosos — segundo o ministro, a efetividade seria de menos de 30% em indivíduos com mais de 90 anos. :: LEIA MAIS »

BOLSONARO CITA ECONOMIA E PEDE QUE CAMINHONEIROS LIBEREM ESTRADAS

Presidente enviou áudio para seus apoiadores, que iniciaram os protestos após manifestações do 7 de setembro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu na manhã desta quinta-feira, 09, para que os caminhoneiros que o apoiam liberem as estradas do país. O chefe do Executivo fez o pedido por meio de um áudio, em que cita que a ação da categoria “atrapalha a economia” e “prejudica todo mundo, em especial, os mais pobres”.

“Fala para os caminhoneiros aí, que são nossos aliados, mas esses bloqueios atrapalham a nossa economia. Isso provoca desabastecimento, inflação e prejudica todo mundo, em especial, os mais pobres. Então, dá um toque no caras aí, se for possível, para liberar, tá ok? Para a gente seguir a normalidade. Deixa com a gente em Brasília aqui e agora. Mas não é fácil negociar e conversar por aqui com autoridades. Não é fácil. Mas a gente vai fazer a nossa parte aqui e vamos buscar uma solução para isso, tá ok? E aproveita, em meu nome, dá um abraço em todos os caminhoneiros. Valeu”, disse o presidente na gravação.

O pedido de Bolsonaro foi feito na noite desta quarta-feira, 8, e parece não ter gerado resultado, já na manhã desta quinta-feira, 9, seguem sendo registrados casos de caminhões parados em rodovias de 15 estados do Brasil.

Os protestos não afetam, até o momento, o escoamento de produtos agrícolas como grãos, disse a Anec (Associação Nacional dos Exportadores de Cereais), por meio da assessoria de imprensa. :: LEIA MAIS »

CBF FARÁ REUNIÃO PARA DEBATER RETORNO DO PÚBLICO AOS ESTÁDIOS

Reunião será realizada após a cidade do Rio de Janeiro permitir o retorno do público

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) fará nesta quarta-feira, , uma reunião extraordinária do Conselho Técnico que debaterá, entre outros assuntos, o retorno de público nos estádios em competições nacionais. O encontro vai acontecer após a Prefeitura do Rio de Janeiro liberar, de forma gradativa, a presença da torcida a partir do dia 15 de setembro, quando o Maracanã terá Flamengo e Grêmio pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Apesar da liberação efetuada pela prefeitura, em princípio, os clubes precisam aprovar o retorno de público por meio de conselhos técnicos organizados pela entidade máxima do futebol.

Além disso, este confronto em 15 de setembro é válido pela Copa do Brasil, competição de formato mata-mata, neste caso, o protocolo da CBF não permitiria a reabertura dos portões para o público, tendo em vista que o jogo de ida, que aconteceu no mês passado em Porto Alegre, o mandante não pôde contar com torcedores. Estas questões serão debatidas no Conselho Técnico da CBF. :: LEIA MAIS »

PF INVESTIGA ATOS PREPARATÓRIOS DE TERRORISMO NO BRASIL

Arma apreendida durante Operação Trastejo | Divulgação/Polícia Federal.

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (2/9) a Operação Trastejo, que investiga possíveis atos preparatórios de terrorismo. As investigações apontam para o recrutamento e radicalização por meio virtual de um jovem, que passou a assumir uma visão religiosa extremista e violenta, com potencial para provocar atos definidos em lei como terrorismo.

Os mandados de prisão temporária e busca e apreensão, foram expedidos pela Justiça Federal da Seção Judiciária de Maringá. Foram apreendidos uma espingarda calibre 32 e muitos simulacros de arma.

A PF apurou que o indivíduo vinha mantendo contato direto com radicais islâmicos no exterior, manifestando intenção de viajar para outros países, como o Iraque, e incorporar-se a organizações terroristas.

Além disso, o investigado circulou vídeos em grupos na internet em que, encapuzado, exibia armas, munição, rádio comunicador, cédulas de dólares americanos, dentre outros itens, proferindo conteúdo extremista e manifestando desejo de executar mortes de inocentes em uma ação suicida.

O preso possui extenso histórico de registros criminais, incluindo posse de entorpecente, ação penal pela prática do crime de homicídio qualificado e condenação por posse irregular de arma de fogo e outra por tentativa de roubo. :: LEIA MAIS »

STJ DECIDE QUE VAZAR CONVERSAS DE WHATSAPP DEVE GERA INDENIZAÇÃO

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu, por unanimidade, que divulgar conversas de um aplicativo de mensagens sem o consentimento dos participantes ou autorização judicial gera o dever de indenizar sempre que for constatado dano.

O entendimento foi alcançado no julgamento do recurso de um homem que fez captura de tela de conversa de um grupo do qual participava no WhatsApp e divulgou as imagens. Ele já havia sido condenado nas instâncias inferiores a pagar R$ 5 mil para um dos participantes que se sentiu ofendido, de acordo a Agência Brasil.

O caso ocorreu em 2015 e envolve um ex-diretor do Coritiba. Na época, o vazamento provocou uma crise interna ao divulgar conversas com críticas à então administração do clube de futebol. Para tentar reverter o dever de indenizar no STJ, ele argumentou que o conteúdo das mensagens era de interesse público, e que não seria ilegal registrá-las.

Relatora do caso, a ministra Nancy Andrighi concordou que o simples registro de uma conversa por um dos participantes, seja por meio de uma gravação ou de um print screen (termo inglês para captura de tela), não constitui, em si, um ato ilícito, mesmo que outros participantes do diálogo não tenham conhecimento. O problema encontra-se na divulgação de tais registros, frisou a magistrada. :: LEIA MAIS »

UM JOVEM É ASSASSINADO NO BRASIL A CADA 17 MINUTOS

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (31) no Atlas da Violência, publicação elaborada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN).

O país registrou um crescimento de 35% no total de mortes por causa indeterminada entre 2018 e 2019. O número pode refletir em uma subnotificação dos 45.503 homicídios registrados no país nesse período. De acordo com o Atlas da Violência deste ano, entre os anos de 2009 e 2019, 623.439 pessoas foram vítimas de homicídio no Brasil. Deste total, 333.330 vítimas eram adolescentes e jovens, o que equivale a 53%.

O número representa um jovem morto em território brasileiro a cada 17 minutos.Somente em 2019, 23.327 jovens foram vítimas de homicídios no Brasil, sendo que 93,9% eram homens.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (31) no Atlas da Violência, publicação elaborada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN).

Apesar do número representativo de jovens assassinados, o ano de 2019 teve um recuo de 24,3% nas mortes violentas praticadas contra pessoas com idades entre 15 e 29 anos na comparação com o ano anterior. Segundo o estudo, a taxa de homicídios a cada 100 mil jovens passou de 60,4 para 45,8. :: LEIA MAIS »

BANCO DO BRASIL E CAIXA DECIDEM DEIXAR FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BANCOS

Motivo da saída se deve a um manifesto que a Fiesp deve publicar na terça-feira (30), com um pedido de harmonia entre os três Poderes – a Febraban é signatária do documento

O Banco do Brasil (BB) e a Caixa resolveram deixar a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e já avisaram a decisão ao ministro da Economia, Paulo Guedes, e ao presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. A informação foi divulgada pelo jornal O Estado de S.Paulo.

Conforme a reportagem, o motivo da saída se deve a um manifesto que a Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) deve publicar na terça-feira (30), com um pedido de harmonia entre os três Poderes. A Febraban é signatária do documento.

O entendimento dos bancos públicos, de acordo com fontes, é que a instituição, que representa o setor no País, é privada e está se posicionando de forma política, o que ambos, controlados pelo governo, discordam.

No governo, quem liderou o movimento de ruptura dos bancos públicos com a Febraban foi o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, que mantém grande proximidade com Bolsonaro.

CONTA DE LUZ SEGUIRÁ NA BANDEIRA VERMELHA 2 EM SETEMBRO

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu, nesta sexta-feira (27), manter a bandeira vermelha, patamar 2, para o mês de setembro. Com isso, o custo de cada 100 kilowatt-hora (kWh) consumido continua sendo de R$9,492. Segundo a agência, o mês de agosto, que está chegando ao fim, manteve o estado crítico dos reservatórios das usinas hidrelétricas do país. 

“Agosto foi mais um mês de severidade para o regime hidrológico do Sistema Interligado Nacional (SIN). O registro sobre as afluências às principais bacias hidrográficas continuou entre os mais críticos do histórico. A perspectiva para setembro não deve se alterar significativamente, com os principais reservatórios do SIN atingindo níveis consideravelmente baixos para essa época do ano”, informou a Aneel.

Em períodos de seca, e consequente baixa nos níveis dos reservatórios, é necessário captar energia de outros tipos de usina, como as termelétricas. Esse tipo de usina gera energia a partir de combustíveis fósseis, como diesel e gás. Além de ser mais poluente, é mais cara. Por isso, quando as termelétricas são acionadas, o custo da geração de energia aumenta e a bandeira tarifária muda.

Dentre as dicas trazidas pela Aneel para reduzir o valor da conta de luz, estão o uso racional do chuveiro elétrico (banhos de até 5 minutos e em temperatura morna); do ar condicionado (manter os filtros limpos e reduzir ao máximo seu tempo de utilização); da geladeira (só deixar a porta da geladeira aberta o tempo que for necessário, regular a temperatura interna de acordo com o manual de instruções e nunca colocar alimentos quentes dentro da geladeira); e do ferro de passar (juntar roupas para passar de uma só vez e começar por aquelas que exigem menor temperatura).

COVID-19: BAHIA APLICARÁ 950 MIL TERCEIRAS DOSES EM IDOSOS E IMUNOSSUPRIMIDOS EM SETEMBRO

Além disso, a partir do próximo mês, intervalos entre doses da Pfizer e Atrazeneca serão reduzidos

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) anunciou, nesta quarta-feira (25), que as terceiras doses de vacinas contra a Covid-19 serão aplicadas em idosos e pessoas imunossuprimidas a partir da segunda quinzena de setembro no estado. A ação segue a deliberação do Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde.

Para receberem o reforço, os indivíduos imunossuprimidos devem esperar ao menos 28 dias após a segunda dose e as pessoas acima dos 70 anos, seis meses. De acordo com a Sesab, a imunização será realizada com as vacinas da Pfizer, Janssen e Oxford/AstraZeneca.

Além disso, o intervalo entre as duas doses dos imunizantes da Pfizer e AstraZeneca serão reduzidos a partir do próximo mês. A espera entre as aplicações passará de 12 semanas para oito para toda a população.

A dose de reforço está estimada para um público superior a 950 mil baianos. O governo da Bahia reforça que “as mudanças não interferem na logística de distribuição do estado para os municípios”. Um déficit de mais de 1 milhão de doses na entrega de imunizantes pelo governo federal está sendo reclamado pela Bahia na Justiça. :: LEIA MAIS »

POLÍCIA FEDERAL PRENDE EX-DEPUTADO ROBERTO JEFFERSON POR ATAQUES ÀS INSTITUIÇÕES DEMOCRÁTICAS

Segundo a PF, os mandados estão sendo cumpridos na manhã desta sexta-feira (13), mas Jefferson não foi localizado no endereço que constava na investigação

O ex-deputado e presidente do PTB, Roberto Jefferson, foi preso na manhã desta sexta-feira, 13, no Rio de Janeiro pela Polícia Federal por ataques às instituições democráticas. A prisão preventiva foi determinada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes. Além disso, també foi cumprido um mandado de busca e apreensão contra ele por suposta participação em milícia digital apontada como autores de ataques contra a democracia.

O pedido de prisão partiu da Polícia Federal, que teria detectado a atuação de Jefferson no grupo. A investigação foi aberta após o arquivamento do inquérito dos atos antidemocráticos por ordem de Moraes, e visa apurar a atuação de organização criminosa digital da qual Jefferson supostamente faz parte.

O ex-deputado, preso anteriormente no escândalo do mensalão, é aliado do presidente Jair Bolsonaro e posta vídeos com constância onde ameaça ministros do Supremo e o embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming, que foi chamado de “macaco” por Jefferson em vídeo onde o ex-deputado aparece portando armas de fogo.

vida 1000 saude



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia