WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia





(73) 99969-0648
redacao@radiobahiana.com.br

novembro 2021
D S T Q Q S S
« out    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  






:: ‘Brasil’

GOVERNO ESTUDA EXTENSÃO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL PARA 2022

Governo alega não poder tirar abruptamente o suporte de 25 milhões de vulneráveis; valor do benefício seria reduzido

Mesmo com a equipe econômica sendo contrária, por conta do crescimento da conta de precatórios, o governo Bolsonaro estuda estender a concessão do auxílio emergencial até 2022. A informação é da coluna do Lauro Jardim, do jornal O Globo.

De acordo com ele, a justificativa do Planalto para tentar prorrogar o benefício é de não tirar abruptamente o suporte a 25 milhões de vulneráveis, ainda que a ideia seja vista como um movimento pensado para alavancar a popularidade de Bolsonaro para o próximo pleito eleitoral.

O valor do benefício seria mantido como o atual, R$ 150 a R$ 375, até o final de 2021 e passaria por um processo de redução para o próximo ano. Para passar o projeto, o governo está em conversas com o Congresso, que deverá aprovar a ideia, e desenvolvendo os estudos de viabilidade para a implantação.

Ainda segundo Jardim, o ministro da Cidadania, João Roma, tem se reunido com os ministros Ciro Nogueira, Flávia Arruda e Paulo Guedes, a equipe econômica, Roberto Campos Neto e lideranças do Congresso para que a extensão do programa possa ser aprovada até o fim de outubro.

BOLSONARO FICARÁ EM ISOLAMENTO POR CINCO DIAS COM APROVAÇÃO DA ANVISA

Comitiva do presidente em Nova York contou com dois casos positivos de Covid-19

Após retornar de Nova York, nos Estados Unidos, onde dois membros de sua comitiva testaram positivo para Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fará uma quarentena de cinco dias. De acordo com o secretário de comunicação do Planalto, André Costa, o chefe do Executivo já está em isolamento no Palácio da Alvorada desde a quarta-feira, 22, quando retornou ao Brasil.

Um dos dois membros da comitiva de Bolsonaro a testar positivo para Covid-19 é o ministro da Saúde Marcelo Queiroga, que permaneceu nos Estados Unidos para realização de 14 dias de quarentena.

“O presidente retornou ao país e encontra-se totalmente assintomático”, declarou Costa. O secretário ressaltou que todos que fizeram parte da comitiva, incluindo Bolsonaro “permanecerão em isolamento e, no quinto dia útil após o último contato com o ministro Marcelo Queiroga, serão submetidas a um novo teste PCR”. :: LEIA MAIS »

SENADO APROVA PEC DA REFORMA ELEITORAL

Texto segue para promulgação

O Senado aprovou hoje (22) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 28/2021, que traz mudanças em regras eleitorais. Dentre elas está a contagem em dobro dos votos dados a candidatos negros, índios e mulheres para efeito da distribuição dos recursos dos fundos partidário e eleitoral nas eleições de 2022 a 2030. O texto segue para promulgação.

A PEC aprovada no Senado também abre uma possibilidade para deputados e vereadores não perderem o mandato se deixarem os partidos, desde que haja anuência das legendas para essa saída. Além disso, fica prevista a mudança na data das posses de presidente da República e governadores. No caso do primeiro, a posse passaria para o dia 5 de janeiro, com governadores tomando posse no dia seguinte. Essa mudança valerá a partir da eleição de 2026.

A relatora da PEC no Senado, Simone Tebet (MDB-MS), decidiu manter em seu relatório apenas os pontos em consenso entre os senadores e os deputados, que já haviam apreciado o texto. Durante o dia, em reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), ficou pacificado que a adoção apenas das questões consensuais evitaria um retorno do texto à Câmara. :: LEIA MAIS »

BRASIL REGISTRA SEGUNDO MENOR NÚMERO DE CASOS E MORTES POR COVID-19 DO ANO

Desde o início da pandemia foram 590.955 mortes e 21.247667 casos confirmados.

O Brasil teve o segundo menor índice de registro de mortes e novos casos de Covid-19 em 24h de 2021. Foram contabilizados 7.884 casos e 203 mortes, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, Conass, divulgados nesta segunda-feira, 20.

O menor dia de registros do país em 2021 foi em 13 de setembro, quando foram registradas 182 mortes e novos 6.645 novos casos da doença. Nesta segunda-feira, a média móvel de óbitos ficou em 556.

Desde o início da pandemia foram 590.955 mortes e 21.247667 casos confirmados.

Também nesta segunda-feira, o país ultrapassou a marca de 50% da população adulta completamente imunizada contra a Covid-19. Mais de 80 milhões receberam as duas doses ou a dose única do imunizante contra o vírus.

PARA 69% DOS BRASILEIROS, SITUAÇÃO ECONÔMICA DO PAÍS PIOROU, APONTA DATAFOLHA

Pesquisa também mostra que 39% estão pessimistas com economia nos próximos meses

Pesquisa Datafolha realizada de 13 a 15 de setembro aponta que, para 69% dos brasileiros, a situação econômica do país piorou nos últimos meses.

O número está próximo dos maiores patamares já registrados nos levantamentos em que esse questionamento foi feito. Em 2015, no governo Dilma Rousseff (PT), chegou a 82%. Em junho de 2018, no governo Michel Temer (MDB), a 72%.

No governo Jair Bolsonaro (sem partido), a pergunta apareceu nas pesquisas de 2019, quando o resultado ficou em torno de 35%, e agora, em setembro de 2021. A questão não constou dos levantamentos realizados em 2020, após o início da pandemia.

A pesquisa foi feita presencialmente, com 3.667 brasileiros em 190 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para baixo ou para cima.

Mesmo entre apoiadores do governo, prevalece a opinião negativa. Para 31%, a economia melhorou, para 36%, piorou. Para 32%, ficou como estava. :: LEIA MAIS »

CAIXA REDUZ JUROS DO CRÉDITO HABITACIONAL NA MODALIDADE POUPANÇA

Banco reduziu parte fixa da parcela de 3,35% para 2,95 ao ano

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quinta-feira, 16, uma redução na taxa de juros do crédito imobiliário. Os detalhes foram anunciados em um evento para o setor de construção civil realizado na sede do banco, em Brasília.

A redução dos juros ocorre em uma modalidade específica de financiamento habitacional, o crédito Poupança Caixa. A Caixa oferece atualmente quatro modalidades de financiamento da casa própria: crédito com taxa fixa de juros, crédito com correção pela Taxa Referencial (TR), financiamento corrigido pela inflação (IPCA) e o crédito Poupança Caixa, em que a taxa de juros tem uma parte fixa, definida pelo banco, e outra variável, que corresponde à remuneração da poupança.

É justamente na taxa fixa cobrado pelo banco que houve redução de 3,35% ao ano (a.a.) para 2,95% a.a. Com isso, o crédido Poupança Caixa passa a ser 2,95% a.a + rendimento da poupança. Variável, o rendimento da poupança corresponde a 70% da Taxa Selic, a taxa básica de juros, atualmente em 5,25%. Na prática, o crédito nessa modalidade terá correção de 6,62% a.a., se considerarmos o valor da Selic vigente no momento. :: LEIA MAIS »

MULHER GRÁVIDA TENTA SE JOGAR DO 2º ANDAR PARA FUGIR DE AGRESSÃO

O homem, que foi preso em flagrante, disse que se tratava “apenas de uma briga de casal”

Mais uma violência contra mulher foi registrado nesta terça-feira, 14. Dessa vez, o caso ocorreu em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Um homem foi preso em flagrante por agredir a uma companheira, de 35 anos, que está grávida.

Nas imagens causadas pela vizinhança da vítima, é possível acompanhar a violência que leva Maria José a tentar se jogar pela janela do prédio onde mora, como uma tentativa desesperar de fugir dos ataques. Ao chegar à Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAN), o agressor, identificado como Vitor Batista, de 32 anos, que é soldador e motorista de aplicativo, informou que se tratava “apenas de uma briga de casal”.

Segundo informações do G1, Maria José teria contado que a relação iniciou há quase dois anos e as agressões eram frequentes. No mês de maio, Maria José relatou que chegou a se jogar na janela para fugir da violência. :: LEIA MAIS »

MINISTÉRIO DA SAÚDE PREVÊ FIM DA OBRIGATORIEDADE DO USO DE MÁSCARA EM NOVEMBRO

Ministro prevê medida com o avanço da vacinação.

Pressionado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para dar fim a obrigatoriedade para o uso de máscaras ao ar livre, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga já prevê que a medida será aplicada em novembro. As informações são da coluna de Igor Gadelha, no Metrópoles.

A avaliação de Queiroga é que a vacinação está avançando no Brasil, o que é constatado com a baixa no número de mortes, com a média móvel abaixo de 500 óbitos diários e do número de caso, que registrou nesta semana a menor média móvel de novas ocorrências desde março do ano passado.

Em conversas com interlocutores, Queiroga projeta que, se os números da Covid-19 no país continuarem caindo, o Ministério da Saúde poderá orientar o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre a partir de novembro.

:: LEIA MAIS »

FIOCRUZ PREVÊ ENTREGA DE 6 MILHÕES DE DOSES COM INSUMOS NACIONAIS ESTE ANO

Previsão são revistas à medida que avança transferência de tecnologia

Até o fim deste ano, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) prevê entregar ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) 6 milhões de doses da vacina contra covid-19 produzida com ingrediente farmacêutico ativo (IFA) nacional. A projeção foi apresentada nesta sexta-feira, 10, na Jornada Nacional de Imunizações, pelo gerente do projeto de implementação da vacina covid-19 no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), Fábio Henrique Gonçalez.

Segundo Gonçalez, Bio-Manguinhos iniciou na quinta-feira, 9, o congelamento do primeiro lote de IFA produzido na etapa de pré-validação dos processos produtivos. Esse lote ainda será submetido a testes de controle de qualidade, enquanto o segundo lote de pré-validação e o primeiro de validação estão em produção. “Hoje, todos os nossos resultados são discutidos com parceiros da AstraZeneca e analisados em conjunto, e, até o momento, nossos processos vêm se demonstrando compatíveis com os processos executados pelo parceiro”, afirmou Gonçalez

Conforme linha do tempo apresentada por Gonçalez, o primeiro lote de pré-validação do IFA começou a ser produzido em julho, e o segundo,em agosto. Ainda no mês passado, começou a produção do primeiro lote de validação. O segundo e o terceiro lotes desse tipo começam a ser produzidos neste mês. :: LEIA MAIS »

BOLSONARO DIZ QUE NÃO TEVE INTENÇÃO DE AGREDIR OUTROS PODERES

O presidente Jair Bolsonaro emitiu nota oficial nesta quinta-feira (9) em que afirma não ter tido a intenção de agredir outros Poderes da República e destacou que respeita a harmonia entre as instituições.

A nota oficial, divulgada na página do Palácio do Planalto na internet, ocorre dois depois das manifestações pró-governo do dia 7 se setembro, que contou com a participação do presidente.

Na ocasião, tanto em Brasília quanto em São Paulo, Bolsonaro fez críticas a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e ao sistema de urnas eletrônicas. Como reação, o presidente do STF, Luiz Fux, e o ministro Luis Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), rebateram Bolsonaro.

“No instante em que o país se encontra dividido entre instituições é meu dever, como presidente da República, vir a público para dizer: Nunca tive nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes. A harmonia entre eles não é vontade minha, mas determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar”, escreveu o presidente.

Na nota, Bolsonaro elencou dez pontos. Em um deles, o presidente diz que as divergências se deram por causa de conflitos de entendimento sobre decisões do ministro Alexandre de Moraes, do STF, e falou que nenhuma autoridade tem o direito de “esticar a corda”. Ele escreveu ainda que suas palavras, “por vezes contundentes”, são resultado do “calor do momento”. :: LEIA MAIS »

vida 1000 saude



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia