WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia





(73) 99969-0648
redacao@radiobahiana.com.br

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


:: 2/abr/2024 . 11:45

Para Otto Alencar, Marão deveria entrar em consenso com partidos da base para escolher candidato 

 

Em entrevista concedida e veiculada nesta terça-feira (02), no site Bahia Notícias, o Senador e líder do PSD, Otto Alencar, falou sobre o cenário político de Ilhéus.

Segundo Otto, o candidato para suceder Marão ainda não está decidido e que a escolha depende do atual prefeito. Porém, o líder opinou que Marão deveria reunir a base de apoio, para buscar uma candidatura que fosse de consenso, o candidato “não precisa ser do PSD, pode ser do PT e PSB. Ele deveria. Ele recebeu apoio de todos esses partidos da base, quando você recebe apoio de vários partidos, na hora de escolher candidato tem que ouvir esses partidos”, comentou ao BN.

Casal preso com 28kg de cocaína em cruzeiro, no Porto de Ilhéus, já está solto

O casal preso com aproximadamente 28 kg de cocaína em um navio de cruzeiro, no Porto de Ilhéus, foi liberado na tarde desta segunda-feira (1º), após audiência de custódia. A dupla havia sido detida no sábado (30). Os suspeitos não tiveram suas identidades confirmadas, mas a PF confirmou que eles embarcaram no Rio de Janeiro e tinham como destino a cidade de Barcelona, na Espanha. O Ministério Público Federal (MPF) deve recorrer da decisão.

A Polícia Federal informou que os dois foram liberados após o juiz considerar os tratados internacionais. Escondida em fundos falsos de quatro malas, a droga foi identificada durante inspeção de bagagem com scanner (raio-x) e também com apoio de um cão de detecção.

A ação foi capitaneada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO), composta pela Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Secretaria de Estado de Segurança Pública da Bahia.

Pesquisadores da Uesc descobrem o menor anfíbio do mundo

Foto: Renato Gaiga

Foto: Renato Gaiga

 

O menor anfíbio do mundo é baiano. O sapinho pulga, Brachycephalus pulex, é uma espécie encontrada apenas em topos de morro na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Serra Bonita, em Camacan, e no Parque Nacional Serra das Lontras, em Arataca, ambos no Sul da Bahia.

A descoberta foi resultado da pesquisa de mestrado da bióloga Wendy Bolaños, no Programa de Pós-Graduação em Zoologia, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Ela mediu 46 exemplares do sapinho, além de distinguir o sexo dos animais, e verificou que um dos machos media apenas 6,45 mm, o menor vertebrado terrestre conhecido. Até então, o “título” pertencia a um sapo da Papua Nova Guiné, que media 7,7mm.

No entanto, os cientistas envolvidos na pesquisa se preocupam com a preservação desta espécie. “Infelizmente, na última reavaliação do status de ameaça feita pela União Internacional para a Conservação da Natureza, o sapinho pulga foi classificado como em perigo de extinção. Está em nossas mãos garantir que ele não desapareça e que as futuras gerações de brasileiros ainda possam se orgulhar de ter o menor anfíbio do mundo vivendo na Bahia”, afirma o professor do Departamento de Ciências Biológicas (DCB/Uesc) Iuri Ribeiro Dias.

O professor Mirco Solé (DCB/Uesc), por sua vez destaca que, embora seja positivo que o sapinho esteja em duas áreas de conservação, ele continua vulnerável às mudanças climáticas. Isso porque, enquanto espécies de baixada podem migrar para montanhas a fim de suavizar os efeitos da elevação na temperatura, as demais, que já vivem em regiões altas, não têm para onde ir.

O estudo, que teve aporte financeiro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e do Mohamed bin Zayed Species Conservation Fund., foi publicada em uma das revistas mais conceituadas internacionalmente na área de Zoologia, a Zoologica Scripta. Confira o artigo completo.



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia